Últimas notícias
Home » Joinville » Voluntários retiram cerca de meia tonelada de lixo de rio que corta aeroporto
    
Foto Divulgação / Aconteceu em Joinville

Voluntários retiram cerca de meia tonelada de lixo de rio que corta aeroporto

Não se sabe como, mas 186 unidades de calçados masculinos, femininos e de crianças foram parar no rio Iririú-Guaçu, que passa próximo a pista do aeroporto Lauro Carneiro de Loyola.




Nesta segunda (22/10), em uma ação de limpeza voluntária realizada no local como parte das atividades da 5ª Semana Lixo Zero Joinville, esse foi o total de diferentes tipos de calçados retirados do rio, junto com sete capacetes de motocicleta, um tubo de televisor, pedaços de uma geladeira, bolsas, garrafas de vidro e muitos objetos de plástico.

A ação foi realizada por funcionários da Infraero, em parceria com organização não governamental Engenheiros sem Fronteiras e Bombeiros Voluntários de Joinville. Usando dois barcos, seis participantes da ação conseguiram retirar quase uma caçamba, ou meia tonelada, de lixo, em um período de cerca de três horas. Apesar do grande número de resíduos coletados, o montante foi menor do que das outras três vezes em que ocorreu uma ação de limpeza no local.

“Os resíduos são trazidos pela maré e não sabemos de onde vêm. Essa é nossa quarta ação de limpeza e cada uma foi diferente, por conta da maré, que às vezes deixa o rio mais cheio ou mais seco.

Fizemos uma barreira de contenção para ajudar na limpeza, mas como a corrente hoje estava mais lenta, pouco ficou retido. A maior parte do lixo que encontramos estava presa no mangue”, explica o engenheiro ambiental da Infraero, Thiago Casagrande.

Como nas outras ações de limpeza, também foram retirados do rio vários brinquedos infantis de plásticos, dezenas de garrafas PET, sacolas e baldes de plásticos, pedaços de isopor e até um compressor de ar. Se não estivesse tão suja de lama, a maior parte desses resíduos poderia ser reciclada. Como não é possível, tudo encaminhado para o aterro sanitário de Joinville.

Segundo os participantes, assim como não se sabe de onde vêm todo o lixo depositado no rio Iririú-Guaçu, não é possível saber quantas ações semelhantes seriam necessárias para deixar o rio totalmente limpo. Isso se nenhum resíduo nunca mais fosse jogado no mar ou no entorno da Baía da Babitonga.

Sobre a Semana Lixo Zero Joinville

A Semana Lixo Zero Joinville ocorre até o próximo domingo, dia 28. Para conhecer a programação completa basta acessar o site www.joinvillelixozero.com.br/agenda ou acessar a página do evento no Facebook. Neste ano, a Semana tem como tema “Ser Lixo Zero é uma Atitude Cidadã”, com foco na conscientização de que todo indivíduo é responsável pela solução dos problemas causados pelo lixo.

Na cidade, o evento é patrocinado pela Neogrid, Metronorte Concessionária Chevrolet, Fliperama Espaço Colaborativo e Fundação Instituto Tecnológico de Joinville. A organização é da Rastro Soluções Sustentáveis em parceria com o Instituto Lixo Zero Brasil.

Mas, afinal, o que significa ser lixo zero?

Significa reduzir ao máximo a geração de resíduos. Mas, em caso de geração, deve-se promover o encaminhamento correto para reciclagem ou compostagem (resíduos orgânicos). Apenas o que não for reciclável ou compostável (como o lixo do banheiro, por exemplo) deve ser encaminhado para a coleta do lixo comum, ou seja, enviados para o aterro sanitário da cidade.




Facebook Comments

About Redação

Redação
É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do editor da revista. O portal de notícias Aconteceu em Joinville tem o compromisso de levar a informação a população joinvilense através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.
error: Todos os direitos reservados - Aconteceu em Joinville