Domingo, 16/01/2022
Joinville - SC

Vereadores discutem instalação de Posto da PMRV em Pirabeiraba

outubro 27, 2021
Vereadores discutem instalação de Posto da PMRV em Pirabeiraba
Compartilhar
Ouvir publicação

A Comissão de Proteção Civil da Câmara de Vereadores de Joinville reuniu convidados nesta semana para o debate sobre a localização de um novo posto da Polícia Militar Rodoviária em Joinville.

Representantes do Conselho de Segurança da Vila Nova (Conseg) relataram que, inicialmente, a instalação estava prevista para um terreno no bairro da zona oeste. O comando da corporação esclareceu, contudo, que razões técnicas motivaram a escolha de um terreno às margens da rodovia SC-418, nas proximidades da Serra Dona Francisca, em Pirabeiraba.

 

Foto: Mauro Artur Schlieck

As tratativas para a escolha do terreno que abrigará a sede da 4ª Companhia de Polícia Militar Rodoviária estão sendo realizadas desde 2018. Adilson Girardi (MDB) afirmou que havia encaminhamento para que o posto policial fosse instalado na Vila Nova e que recebeu com surpresa a notícia da mudança do posto para Pirabeiraba.

O vereador também relatou que moradores e o Conseg do bairro querem saber a razão da mudança de planos.

Representante do Conseg, Jackson Seidel reforçou o questionamento de Girardi e declarou que havia viabilidade técnica no terreno postulante, nas proximidades do entroncamento da Rodovia do Arroz e com Rua dos Suíços.

Em vídeo enviado para a reunião, o deputado estadual Sargento Lima (PL) defendeu esse para abrigar o posto policial. Lima disse que causa espanto agora o apontamento para a instalação em Pirabeiraba.

O comandante da PMR, Marcelo Egídio Costa, alegou que as decisões são tomadas com base em um projeto que envolve a Polícia Militar Rodoviária como uma barreira de segurança pública nas rodovias catarinenses. Conforme estatísticas apresentadas pelo militar, a SC-418 tem cinco vezes mais acidentes e seis vezes mais mortes que a Rodovia do Arroz.

Para o vereador Diego Machado (PSDB), a decisão sobre qual local sediará o posto policial não deve ser tomada por “bairrismo” e, sim, de forma técnica e independente.

O presidente da Comissão de Proteção Civil, Ascendino Batista(PSD), avaliou que a exposição feita pela PMR trouxe compreensão da decisão aos convidados. O vereador considerou, entretanto, que a falta da comunicação das decisões tomadas pela PMR gerou o descontentamento de moradores e lideranças da Vila Nova. Jornalismo CVJ

 

Block