Segunda, 16/05/2022
Joinville - SC

Vereadores condenam episódios de racismo e intolerância religiosa em Joinville

maio 4, 2022
Vereadores condenam episódios de racismo e intolerância religiosa em Joinville
Compartilhar
Ouvir publicação

Vereadores da Comissão de Educação condenaram os últimos episódios de intolerância religiosa e de racismo que se tornaram públicos na cidade de Joinville. Eles usaram a palavra durante a leitura de um pedido de audiência pública feito pelo Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial de Joinville.

Uma estudante de 16 anos foi agredida na escola por falar de sua religião, a umbanda, na semana passada. Já o caso de racismo aconteceu contra uma participante de uma reunião virtual do Conselho Municipal de Política Cultural, no último dia 13.

Para Ana Lucia Martins (PT) – primeira mulher negra eleita vereadora em Joinville, que sofreu ataques racistas antes de sua posse, em 2020 – o pedido de audiência pública pelo conselho é “pertinente” e também seria feito por ela.

“TEMOS ESSES DOIS CASOS, MAS ACONTECERAM OUTROS CASOS, E PRECISAMOS DISCUTIR NESTA CASA A INTOLERÂNCIA RACIAL, DE GÊNERO, E CONTRA OUTROS GRUPOS”, AFIRMOU A VEREADORA.”

A vereadora afirmou que esteve na escola e conversou com a estudante agredida. Ana Lucia também cobrou posicionamento da Prefeitura sobre os ataques. Neto Petters (Novo), que presidiu a reunião, afirmou ser contra a violência e qualquer forma de racismo.

A comissão vai aguardar a Comissão de Cidadania e Direitos Humanos se manifestar sobre o pedido de audiência do Compir, que deverá ser feita em conjunto com Educação.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Block