domingo,

14/04/2024

Joinville/SC

Search
Close this search box.

Vereador Mauricinho Soares renuncia ao cargo

Durante a sessão de julgamento do processo de cassação do vereador Mauricinho Soares, do MDB, nesta segunda-feira (11), os advogados do parlamentar surpreenderam ao apresentar um pedido de renúncia do mandato.

A manifestação dos advogados de defesa adicionou mais tumulto ao ambiente, marcando o início conturbado da sessão.

Operação Profusão

Mauricinho Soares e outras oito pessoas foram enquadrados como réus em uma ação penal relacionada a um esquema de corrupção no Detran de Joinville.

 

As acusações incluem violação de sigilo funcional, inserção de dados falsos em sistemas de informações, falsidade ideológica, corrupção passiva e ativa, advocacia administrativa e associação criminosa.

Além do vereador, o processo envolve três ex-servidores públicos contratados pelo Detran, uma servidora ainda em atividade, um despachante, um advogado e dois particulares que atuavam como intermediários ou beneficiários dos atos ilícitos.

 

Segundo o delegado Pedro Alves, da Delegacia Especializada em Combate à Corrupção (Decor), o suposto esquema operava para limpar as carteiras de habilitação de motoristas de diversos municípios de Santa Catarina e até de outros estados, permitindo que zerarem as multas de forma irregular em Joinville.

Você não pode copiar o conteúdo desta página
Pular para o conteúdo