Quinta, 02/12/2021
Joinville - SC

TJSC determina afastamento de juiz de Joinville em operação que investiga operações criminosas

outubro 21, 2021
TJSC determina afastamento de juiz de Joinville em operação que investiga operações criminosas
Compartilhar
Ouvir publicação

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina determinou o afastamento do juiz Décio Menna Barreto de Araújo Filho, de Joinville, durante a operação Sob encomenda, que também causou a prisão de sete advogados

O juiz e afastado teve relação com uma das advogadas presas na primeira fase da operação, Albani Bergamin no início da outubro e faz parte da segunda fase da operação Sob encomenda, deflagrada pelo Gaeco e a DIC em agosto.

De acordo com o Ministério Público de Santa Catarina, há provas que incriminam advogados e um agente penitenciário, como documentos, depoimentos e interceptações telefônicas, que embasaram a prisão dos envolvidos na primeira fase da operação.

O juiz atuava prestando serviços a integrantes e simpatizantes da facção. Todo o processo segue em segredo de Justiça e, com a investigação chegando a um magistrado, passa a ser obrigatoriamente monitorada pelo TJSC, acompanhada especialmente pela corregedoria.

Os policiais cumpriram um mandado de busca e apreensão no gabinete e residência do advogado após escutas telefônicas. Nos locais, foram apreendidos celulares, que culminaram no afastamento de Décio.

Siga-nos no nosso Instagram para receber notícias da região direto no seu celular. Para participar, basta CLICAR AQUI 

Block