Domingo, 16/01/2022
Joinville - SC

Terceira parcela do Auxílio Brasil inclui mais 3 milhões de famílias

janeiro 14, 2022
Terceira parcela do Auxílio Brasil inclui mais 3 milhões de famílias
Compartilhar
Ouvir publicação

A terceira parcela do Auxílio Brasil e a primeira de 2022 começa a ser paga na próxima terça-feira, 18. De agora em diante, quase três milhões de novas famílias também terão direito a receber o amparo financeiro por meio de transferência de renda.

Participe do grupo de Whatsapp Aconteceu em Joinville – Clique Aqui

De acordo com o presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Pedro Guimarães, nesta nova rodada do Auxílio Brasil, o banco terá a capacidade de atender 17,5 milhões de famílias. Mas esta não é a única novidade, pois até dezembro de 2022, o tão prometido valor de R$ 400 foi fixado e será concedido aos beneficiários.

Em Santa Catarina, foram inclusas 39.144 novas famílias no programa, que contempla este ano um total de 178.411 famílias. São ao todo 17.566.252 famílias beneficiadas no país.

O presidente da Caixa também anunciou que o pagamento do Auxílio Gás, que fornecerá uma ajuda temporária para famílias mais pobres comparem gás de cozinha, ocorrerá nos mesmos dias que o do Auxílio Brasil. As famílias foram escolhidas conforme as regras definidas pelo Ministério da Cidadania.

O Auxílio Brasil seguirá o calendário do antigo Bolsa Família e pagará as parcelas nos dez últimos dias úteis de cada mês, com base no dígito final do Número de Inscrição Social (NIS). O pagamento da parcela de janeiro começará no próximo dia 18, para beneficiários com NIS 1, e terminará no dia 31, para beneficiários com NIS de final 0.

Confira o calendário:

Final do NIS Dia do pagamento

  • 1 – 18 de janeiro
  • 2 – 19 de janeiro
  • 3 – 20 de janeiro
  • 4 – 21 de janeiro
  • 5 – 24 de janeiro
  • 6 – 25 de janeiro
  • 7 – 26 de janeiro
  • 8 – 27 de janeiro
  • 9 – 28 de janeiro
  • 0 – 31 de janeiro

Para este ano, o Auxílio Gás tem orçamento de R$ 1,9 bilhão. Só pode fazer parte do programa quem está incluído no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), tem pelo menos um membro da família que receba o Benefício de Prestação Continuada (BPC). A lei que criou o programa definiu que a mulher responsável pela família terá preferência, assim como mulheres vítimas de violência doméstica.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Block