Quarta, 25/05/2022
Joinville - SC
janeiro 18, 2020
Compartilhar
Ouvir publicação

A mudança de temperatura entre quarta-feira (15) e sexta-feira (17) pegou os desprevenidos em cheio. No meio da semana, a mínima em Lages foi de 17,8ºC e a máxima 29,4ºC; mas na quinta-feira (16) a temperatura começou a cair, fazendo com que a sexta-feira fosse a mais gelada deste início de ano, deixando o dia com cara de outono: a mínima ao amanhecer ficou na casa dos 12,9ºC e a máxima, durante o dia, não passou dos 22ºC.

Participe das PROMOÇÕES  do  AJ no You Tube –  Clique aqui e se inscreva

Participe do grupo de TELEGRAM  do Aconteceu em Joinville – Clique Aqui

Siga-nos também no Instagram!  Clique Aqui

[ads1]

[ads2]

De acordo com a Climaterra, a primeira quinzena de janeiro teve temperaturas acima da média histórica para a região; e a segunda quinzena deste mês deve ser de temperaturas um pouco mais baixas que o comum. A previsão se estende para fevereiro, que também deve ser menos quente que as primeiras semanas do ano.

Essa mudança no tempo se deu porque uma frente fria que estava sobre o Estado se afastou, dando espaço para uma massa de ar seco e frio, favorecendo que o dia fosse de tempo bom, mas com temperatura baixa para esta época do ano, especialmente no topo da Serra, onde foi frio na maior parte do dia. A previsão é que o tempo permaneça assim no fim de semana.

“As pessoas não têm memória térmica. Fazer frio na Serra nos meses de verão é normal. Neste ano, já tivemos perto de 0ºC. Aqui [na sede da Climaterra], chegou a 3,7ºC. O que não é comum é aquela onda de calor que passou no final de dezembro”, explicou engenheiro agrônomo da Estação Meteorológica Climaterra, Ronaldo Coutinho. Fonte clmais.com.br

[ads1]

[ads2]

Ele avalia que o calor deste início de 2020 nem se compara ao do começo de 2019, pois está mais agradável. Segundo ele, para se ter uma ideia, entre os dias 11 de dezembro de 2018 e 5 de fevereiro de 2019, a sede da Climaterra não registrou nenhuma mínima abaixo de 10ºC, o que já aconteceu várias vezes em 2020.

Outro ponto de comparação é a quantidade de noites quentes, que aconteceram em maior quantidade no ano passado. Coutinho explica que, no verão, uma noite é considerada quente somente quando a temperatura fica acima dos 20ºC. Em Lages, a temperatura só foi maior do que isso em duas ocasiões: em 10 de janeiro, quando os termômetros marcaram 21,1ºC; e no dia 9, quando a temperatura chegou aos 32,2ºC.

“Tudo indica que a segunda quinzena de janeiro vai ser bem agradável. Vários dias vão ser frios à noite e de manhã cedo. Ou seja, o clima ameno a frio, a princípio, predomina mais do que o calor, na segunda quinzena”, completa.

Siga-nos também no Instagram!  Clique Aqui

[ads1]

[ads2]

Block