Sexta, 27/05/2022
Joinville - SC
novembro 5, 2020
Compartilhar
Ouvir publicação

A Polícia Civil de Joinville, por meio da Dpcami, já concluiu as investigações contra o suspeito de estuprar uma jovem de 24 anos dentro de uma loja, no centro de Joinville, no dia 22 de outubro.  E, agora, o Ministério Público ingressou com ação pena, ou seja, denunciou o suspeito.

Participe do grupo de Whatsapp Aconteceu em Joinville – Clique Aqui

O homem, 70 anos, continua preso no Presídio Regional de Joinville. Com uma extensa ficha criminal, ele tem passagens policiais, acusações e condenações por crimes sexuais cometidos em três estados: Paraná, São Paulo e Santa Catarina.

Na tarde do dia 22 de outubro, câmeras de vigilância registraram o suspeito entrando em uma loja no cento de Joinville. Ele teria feito uma espécie de ritual contra a vítima que trabalhava no local. Na sequência, teria estuprado a jovem e roubado R$ 200 reais em dinheiro.

Ele foi preso na noite do mesmo dia em uma operação conjunta entre as polícias Civil e Militar de Joinville. Com base nos detalhes do flagrante, o delegado Pedro Alves, da Dpcami, pediu a prisão preventiva do suspeito pelos crimes de estupro de vulnerável. A Justiça acatou o pedido e decretou a preventiva.

Na denúncia do MP, o suspeito será representado pela Defensoria Pública que pediu sigilo do processo e optou por não comentar o caso. jpnews.com.br

[ads2]

Block