Sabado, 24/07/2021
Joinville

Servidor público responderá por homicídio qualificado em Joinville

maio 21, 2021
Servidor público responderá por homicídio qualificado em Joinville
Compartilhar
Ouvir publicação

Marlon Grimes, servidor público que matou idoso com tiro na cabeça, foi indiciado pelo delegado Dirceu Silveira Junior, da Delegacia de Homicídios de Joinville, pelo crime de homicídio qualificado pelo uso de arma que pode resultar em perigo comum, traição, emboscada ou outro recurso que impossibilite a defesa da vítima.

Participe do grupo de Whatsapp Aconteceu em Joinville – Clique Aqui

Grimes é servidor público da área da saúde em Joinville e alvejou José Osmar Antoniaqui, de 63 anos na cabeça, e ele não resistiu ao ferimento.

O crime aconteceu no dia 7 de maio no bairro Jardim Paraíso, na zona Norte de Joinville. Antoniaqui e o suspeito estavam na casa de uma vizinha, quando foram para outro local da casa, e Marlon Grimes acabou efetuando o disparou que tirou a vida da vítima.

No dia 10 de maio, Marlon Grimes se apresentou à Polícia Civil da cidade acompanhado de seu advogado Odilon Amaral Martins, que sustenta que o tiro foi acidental.

“Marlon estava mostrando a arma para o amigo e aconteceu o acidente”, defende Odilon.

A arma do suspeito foi entregue ao delegado.

De acordo com Dirceu Silveira Junior, o inquérito do crime já está sendo finalizado. “Aguardamos algumas informações requisitadas e laudos periciais”, complementou.

 

 

 

 

 

Não é permitido replicar o conteúdo desse site.