segunda-feira,

15/04/2024

Joinville/SC

Search
Close this search box.

Rua Monsenhor Gercino é a mais perigosa de Joinville, segundo Balanço dos Bombeiros Voluntários

O número é 4,53% menor que o registrado no ano anterior, quando a corporação recebeu 9.977 chamados.

Faça proteção veicular de seu veículo clicando aqui –

Para auxiliar a comunidade, os bombeiros voluntários percorreram 365.902 quilômetros e somaram 205,1 mil horas de serviços gratuitos nas escalas operacionais, um número maior que o do mesmo período do ano passado – em 2022, foram registradas 189,9 mil horas. 

 

Pelo segundo ano consecutivo, do tripé combate ao fogo, atendimento pré-hospitalar e extraordinários (resgate de animais, busca por pessoas e casos deliberados pela Defesa Civil), o primeiro apresentou variação expressiva quando comparado com o período anterior.

Em 2023, os bombeiros fizeram o combate de 896 incêndios, 12,79% a mais que em 2022.

Também semelhante ao período anterior, esse quesito apresenta outro agravante: 174 residências foram consumidas pelas chamas, oito a mais que durante o ano de 2022.

 

O atendimento pré-hospitalar (APH) se mantém como o segmento que mais gera demanda dos serviços dos Bombeiros Voluntários de Joinville. Representou 69,77% de todas as saídas nos 12 meses de 2023, totalizando 6.744 chamados.

Ao abrir os dados específicos dessa categoria, se constata que prevaleceram o socorro às vítimas de acidentes entre condutores de veículos e motociclistas (23,41%); queda de nível (inferior a dois metros de altura – 16,47%) e emergências médicas (11%).

 

A análise de dados dos atendimentos feitos pelos socorristas do CBVJ mostra que jovens entre 21 e 30 anos são os que mais se envolvem em acidentes no trânsito – 1.603 dos atendidos estão nesta faixa etária; depois; os entre 31 e 40 anos (1.130 casos) e, por fim, os entre 41 a 50 anos (845). 

 

A categoria de eventos extraordinários foi a que mostrou a segunda maior demanda por bombeiros.

Em 2023 foram atendidos 2.025 chamados, -4,48% quando comparado com 2022 – naquele período, foram registrados 2.120 pedidos de auxílio.

O resgate e contenção de animais silvestres ainda é a categoria que mais recebeu pedidos por parte da comunidade (559).

 

Projeções para 2024 –

A expectativa da Associação dos Bombeiros Voluntários de Joinville para o ano de 2024 é de contribuições ainda maiores para a comunidade.

O plano de gestão prevê avanços no segmento cultural, como a continuidade do projeto de revitalização e ampliação do Museu Nacional dos Bombeiros Voluntários, além das comemorações dos 20 anos da Banda dos Bombeiros e 40 anos do Programa Bombeiro Mirim. 

Mas é na área operacional onde se concentram as ações mais “agressivas”, assinala o diretor executivo, Valmir Barbosa.

O poder Executivo municipal já fez a concessão de dois imóveis para a Associação: o antigo terminal de ônibus urbano do bairro Nova Brasília, onde será instalado o novo Centro de Treinamento Comandante Henry Schmalz; e as instalações do Colégio Conselheiro Mafra, onde após reformas serão instalados o Centro de Atividades Técnicas (CAT) e a escola do Programa Bombeiro Mirim. “São projetos que vão qualificar ainda mais os bombeiros voluntários e impactar no atendimento à comunidade,” assinala Barbosa.

 

A ação mais ousada para 2024 será a participação dos Bombeiros Voluntários no projeto-piloto da Secretaria Municipal da Educação que prevê a oferta de atividades no contraturno da Escola Municipal Presidente Castelo Branco, no bairro Boa Vista.

Ali, o CBVJ vai implantar o projeto Brigadista Mirim, com exercícios semelhantes aos aplicados no Programa Bombeiro Mirim, além de outras atividades já definidas pela Secretaria de da Educação.

“Os Bombeiros Voluntários serão responsáveis pela gestão e aplicação do programa de trabalho nesse projeto, uma experiência nova na comunidade. Estamos confiantes porque temos a expertise bombeiril centenária da corporação e mais 40 anos na formação de jovens nestes 40 anos do Bombeiro Mirim,” observa.

  • Compare │Números do balanço operacional

Horas voluntárias
2022   2023        Variação
189.950:30     205.116:30    8%

                

 Quilômetros rodados

Em 2022        Em 2023
391.423      365.902

    

Tipos de ocorrências  

  Em 2022  Em 2023   Variação
Pré-hospitalar   7.064   6.744  -4,53%
Extraordinários     2.120 2.025   -4,48%
Incêndios    793     896    12,79%
Total  9.977    9.665    -3,12%

  • Ranking │ Ocorrências, por categoria*

 

Tipos de atendimento pré-hospitalar  

 Em 2022      Em 2023
Carro x moto       1.589     Carro x moto       1.579
Queda de nível     1.182    Queda de nível     1.111
Transporte de pacientes   812    Emergências médicas    745


Tipos de eventos extraordinários

 Em 2022    Em 2023
Captura animal  573    559
Busca e salvamento 314  255
Segurança     198    160

                        

Tipos de incêndios

Em 2022      Em 2023
Residências        166   Residências   174
Meio de transporte   138    Lixo/entulho    148
Vazamento gás combustível 117  Vazamento gás combustível 141

 

  • Vítimas de acidentes de trânsito, por faixa etária 

Idade    Em 2022     Em 2023
21 a 30 anos    1.736     1.603 
31 a 40 anos     1.198    1.130
41 a 50 anos    1.018     845

 

  • Ranking │ As dez vias com mais acidentes

 

Em 2022  Em 2023
Rua Monsenhor Gercino   165   Rua Monsenhor Gercino   186
Rua Albano Schmidt       133 Rua Albano Schmidt        172
Rua Dona Francisca       129 Rua Dona Francisca       169
Rua 15 de Novembro            104   Rua 15 de Novembro      163
Rua Tuiuti                               96 Rua Tuiuti                 122
Av. Santos Dumont          87  Rua Santa Catarina        102
Rua Santa Catarina          70 Av. Santos Dumont                94
Rua Waldemiro José Borges 67  Rua Guanabara                      91
Rua São Paulo              61  Rua São Paulo                       91
Rua Guanabara            59 Rua Florianópolis                   89

  

Você não pode copiar o conteúdo desta página
Pular para o conteúdo