Quinta, 30/06/2022
Joinville - SC
março 5, 2020
Compartilhar
Ouvir publicação

O ex-jogador brasileiro Ronaldinho Gaúcho foi alvo de uma batida policial na noite desta quarta-feira 4, depois de usar documentos falsificados para entrar no Paraguai e se hospedar em um hotel na cidade de San Lorenzo, nos arredores da capital Assunção.

 a

[ads1]

[ads2]

[ads1]

O jogador chegou nesta quarta no país vizinho, onde participaria de um evento beneficente. Em entrevista à rádio Ñandutí, o ministro do Interior do Paraguai Euclides Acevedo confirmou a ordem de prisão: “Vamos fazer cumprir a lei. Temos a informação de que ele tem documentação adulterada.” Quem acompanha Ronaldinho nesta viagem é seu irmão e empresário, Roberto Assis, que também possuía cédula de identidade paraguaia e um passaporte.

Ronaldinho e Assis passarão a noite na suíte presidencial do hotel Yacht y Golf Clube, a disposição dos policiais, e deverão comparecer na manhã desta quinta-feira diante do Ministério Público paraguaio.

[ads1]

[ads2]

Sua empresa em destaque, Informações só clicar aqui

[ads2]

[ads1]

[ads2]

Block