Sabado, 28/05/2022
Joinville - SC
novembro 12, 2020
Compartilhar
Ouvir publicação

A Rodoviária Harold Nielson, de Joinville, ganhou arte e cor com um graffiti de aproximadamente 80m² que representa a cultura e os atrativos da cidade. Idealizada pela Associação de Municípios do Nordeste de Santa Catarina (Amunesc) e concretizada através de parcerias com empresas privadas, a obra foi criada e executada pelos Irmãos Feitosa. O trabalho com destaque em 3D é o primeiro do tipo na região.


Participe do grupo de Whatsapp Aconteceu em Joinville – Clique Aqui

Para a Secretária-Executiva da Amunesc, Simone Schramm, o projeto agrega valor à reforma da rodoviária. “Quando cheguei com as engenheiras e arquitetas da Amunesc e vi que a reforma havia proporcionado modernização do espaço com a pintura em tons de cinza, branco e preto, percebi que precisávamos de cor e alegria aqui”, afirmou a Secretária, que teve a ideia de convidar os grafiteiros para retratarem os símbolos da cidade.

“Nos reunimos com os Irmãos Feitosa que prontamente atenderam nosso convite e se disponibilizaram a fazer a pintura do painel de forma voluntária. Entramos em contato com empresas da região que também abraçaram o projeto e assim conseguimos realizar este sonho. Estamos muito felizes com o resultado”, concluiu Simone.

Para Eduardo Feitosa, o trabalho é uma oportunidade também de promover a arte na cidade. “A gente como artista tem que valorizar a cultura de Joinville, e neste mural a gente está representando o moinho, o mirante, o turismo rural, o museu do imigrante e a dança”, declarou. O painel conta ainda com a imagem de um ônibus. “Ele pode estar entrando ou saindo da rodoviária, pra quem está chegando conhecer um pouco da cultura de Joinville e pra quem está saindo levar um pouco no coração a saudade da cidade”, concluiu Eduardo.

A escolha pelo local para a representação do ônibus não foi ao acaso. O encontro das duas paredes permite ao espectador, dependendo do ponto de onde se visualiza, a impressão de que o ônibus se projeta para fora do painel. “É como se o ônibus estivesse saltando da parede”, declarou Alexandre Feitosa, que afirma ser este o primeiro graffiti em três dimensões já realizado na região.

Arquiteta da Amunesc responsável pelo projeto de reforma da rodoviária, Nathalia Zattar acompanhou a execução da obra e já vê mudanças significativas na forma como o espaço é utilizado. “É gratificante perceber que o objetivo do projeto foi atingido, e ver que a arte transformou este espaço público ao ponto de fazer com que os frequentadores se sentissem pertencentes e acolhidos através das características joinvilenses retratadas no painel artístico”, declarou.

Trajetória na arte

Paulistanos, os irmãos Alexandre e Eduardo Feitosa estão em Joinville há 16 anos, e já deixaram sua marca por algumas paredes da cidade. Os grafiteiros, como preferem ser chamados, trabalham exclusivamente com arte desde 2014, quando estiveram em São Paulo para conhecerem uma fábrica de tintas em spray. “Antes a gente já pintava, fazia desenhos, mas nada profissionalmente. O trabalho com o Grafitti se profissionalizou em 2014, e já buscamos a especialização” disse Eduardo.

Obra em fase de finalização

Com projetos elaborados pela Amunesc, a reforma da rodoviária iniciou em 2019. A modernização do espaço foi planejada especialmente para que houvesse previsão de acessibilidade e segurança, já que o ângulo da antiga rampa dificultava o deslocamento de cadeirantes e era preciso também atualizar o projeto preventivo de incêndio. As obras estão atualmente em fase de finalização, restando ainda a comunicação visual, sinalização e instalação da nova estrutura elétrica. Antes da pandemia, circulavam cerca de 140 ônibus por dia na rodoviária, com uma média anual aproximada de 600 mil pessoas chegando ou saindo da cidade.

[ads1]

Block