sábado,

20/04/2024

Joinville/SC

Search
Close this search box.

Relatório da Comissão Especial do Binário da Zona Sul é Aprovado

O relatório final da Comissão Especial de Mobilidade da Zona Sul recebeu aprovação unânime do colegiado nesta quarta-feira (1º).

No documento, o relator Alisson (Novo) manifestou-se contrário à simples alteração do fluxo do binário das ruas Florianópolis e Monsenhor Gercino, enfatizando a necessidade de adequação da infraestrutura urbana das vias secundárias. Entre os apontamentos estão a necessidade de melhorias na iluminação e implementação de rotas de fuga de inundação. O relatório ainda precisa da aprovação do Plenário.

A comissão especial, presidida por Lucas Souza (PDT), foi composta pelos vereadores Brandel Junior (Podemos), Claudio Aragão (MDB) e Tânia Larson (União), todos moradores da zona sul de Joinville.

O relatório final aponta que a implantação do binário traria ganhos evidentes de tempo de deslocamento para os usuários das ruas envolvidas no binário. Dentre os ganhos, destacam-se a redução de 31,82% na duração média de viagem, a redução de 265,8 toneladas por ano na emissão de gases, a redução de trajetórias conflitantes em 46% na Monsenhor Gercino e 43% na Florianópolis, entre outros.

No entanto, o relator enfatiza que são necessárias melhorias prévias na localidade, como infraestrutura de acessibilidade nas vias principais e laterais, sinalização visual das passagens em nível da linha férrea que cruza o perímetro urbano e drenagem e limpeza dos rios para minimizar os alagamentos frequentes na área.

O presidente da comissão, Lucas Souza, destacou a importância da requalificação das ruas no entorno do possível binário para garantir a segurança dos moradores. Ele ressaltou que a implantação do binário, sem as melhorias sugeridas, teria um impacto negativo.

A Comissão Especial de Mobilidade da Zona Sul foi criada no final de setembro e trabalhou por seis semanas para elaborar o relatório sobre a proposta da Prefeitura de implantar um binário nas ruas Monsenhor Gercino e Florianópolis. O relatório final é resultado das demandas da população e da avaliação da consulta pública realizada pela Prefeitura. Durante a audiência pública em outubro, 18 munícipes se manifestaram, com dois favoráveis à proposta, dez desfavoráveis e seis fazendo ressalvas ou mostrando preocupações.

Você não pode copiar o conteúdo desta página
Pular para o conteúdo