Terça, 28/06/2022
Joinville - SC

Rede Municipal de Ensino conquista 244 medalhas na Olimpíada Brasileira de Astronomia

setembro 3, 2021
Rede Municipal de Ensino conquista 244 medalhas na Olimpíada Brasileira de Astronomia
Compartilhar
Ouvir publicação

 

Alunos da Rede Municipal de Ensino de Joinville foram premiados na 24ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA 2021), que foi realizada em maio deste ano e teve o resultado divulgado recentemente. Ao todo, 244 alunos foram premiados, número que representa 120% de aumento em relação ao resultado do ano passado, quando 111 alunos conquistaram medalhas na competição.

A OBA é realizada pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB) e é aberta a todos os alunos de Ensino Fundamental e de Ensino Médio do Brasil e de outros países de língua portuguesa. Desde 2020, as provas são aplicadas pelas escolas, que podem escolher se as realizam de forma presencial ou on-line, como protocolo de prevenção à pandemia da Covid-19.

Os alunos têm seus conhecimentos sobre astronomia, astronáutica e ciências afins testados em provas que levam em consideração a faixa etária do estudante e o conteúdo disponível nos livros didáticos de Ensino Fundamental e Médio. A partir das notas, podem ser premiados com medalhas de ouro, prata ou bronze. Em 2021, os alunos da Rede Municipal de Ensino conquistaram 59 medalhas de ouro, 99 de prata e 86 de bronze. A Escola Municipal Max Colin, no bairro Iririú, foi a unidade com maior número de alunos premiados, com 37 medalhas no total.

“Neste ano, a Secretaria de Educação realizou um trabalho para incentivar a participação das escolas na OBA, e nossos professores de ciências e geografia fizeram atividades com seus alunos como forma de aguçar o interesse pela ciência astronáutica. Este resultado é uma prova do grande potencial das nossas unidades escolares, que tiveram esta conquista mesmo diante das adaptações no sistema de ensino durante a pandemia”, afirma o secretário de Educação, Diego Calegari.

Alunas participam de seletivas internacionais

A próxima etapa da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica é preparar os estudantes para a Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica e para a Olimpíada Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica. As alunas Amanda de Amaral, da Escola Municipal Doutor Abdon Batista, e Luana Martins Lima, da Escola Municipal Prefeito Max Colin, estão entre as convidadas para as provas que selecionarão os 40 estudantes eleitos para integrar as equipes que representarão o Brasil nestas competições.

Amanda, que é aluna do nono ano da EM Abdon Batista, é bicampeã da OBA. Ela conquistou a medalha de ouro em 2020 e voltou a conquistar nota para ser medalhista de ouro neste ano. Agora, concilia as atividades da escola com os estudos focados em conteúdos como o programa espacial, os corpos celestes e as Leis de Kepler.

“Estou ansiosa, mas tentando manter a calma. Dedico pelo menos uma hora e meia da minha semana para pesquisar e estudar, e também assisto às aulas em vídeo que os mentores da OBA disponibilizam para os selecionados. Acho que essa é uma experiência importante, e quero continuar participando durante o Ensino Médio também”, avalia a estudante.

Siga-nos no nosso Instagram para receber notícias da região direto no seu celular. Para participar, basta CLICAR AQUI 

Block