Segunda, 15/08/2022
Joinville - SC

Raínha do Itinga é presa pela Polícia Civil

julho 21, 2022
Raínha do Itinga é presa pela Polícia Civil
Compartilhar
Ouvir publicação

Uma mulher responsável por fazer as negociações de compra de drogas para abastecer a região do bairro Itinga, em Joinville e Araquari foi presa. A polícia civil efetuou na tarde desta quinta-feira (21), durante a 4° fase de investigação contra a cúpula de uma facção criminosa que comanda o crime organizado em Araquari e região.

Inscreva-se em nosso canal no YouTube!

De acordo com a polícia, a “Rainha do Itinga”, era a “cunhada” companheira do representante da organização criminosa que se encontra detido no sistema prisional e possui relação direta com o conselho do 1° Ministério, além de ser um dos autores responsável  pela chacina ocorrida na área da invasão em 2019, que ocorreu em Araquari.

Durante a investigação, foi constatado que a mulher era responsável por fazer as negociações de compra de drogas, recolher os rendimentos das “biqueiras” e disseminar as determinações de seu companheiro para fora do presídio.

O NIAC/SIC ( Núcleo de Inteligência e Análises Criminais / Setor de Investigação Criminal) desta delegacia vem monitorando a agente desde sua vinda de Ponta Porã/MS, para onde ela fora negociar a compra de drogas para a ORCRIM.

Sua prisão ocorreu após campana no presídio onde se encontra detido seu companheiro, o líder de uma facção criminosa que atua na região de Araquari. A ação ocorreu durante a entrada da agente para a visita. As investigações tiveram início no mês 12/2021, e desde então o setor de investigação  da delegacia de Araquari vem monitorando os membros do grupo. As diligências continuam com a constante missão de refrear a ação das organizações criminosas na região.

 

Block