terça-feira,

20/02/2024

Joinville/SC

Search
Close this search box.

Rádio Câmara Joinville 102,3 FM entra no ar nesta quinta-feira

A partir da próxima quinta-feira (30), entra oficialmente no ar a Rádio Câmara Joinville.

Na frequência 102,3 FM, o veículo de comunicação tem o objetivo de levar até a população informações, entrevistas e conteúdo de tudo que acontece na Câmara de Vereadores de Joinville.

Uma sessão especial marcará o início das operações da rádio, às 19h, no plenário da CVJ. 

O objetivo da rádio será transmitir reuniões de comissões e as sessões do Legislativo de Joinville, além de programas jornalísticos sobre os temas e trabalhos da Câmara de Joinville.

A rádio vai ampliar a capacidade de divulgação da CVJ, já que hoje o Legislativo conta com canais no YouTube e na TV a cabo. 

A Rádio Câmara Joinville 102,3 FM será transmitida em rede com a Rádio Câmara dos Deputados, de Brasília. Inicialmente, a maior parte da programação será de Brasília, com a entrada de Joinville nos seguintes horários:

13h20 – Isso é tão CVJ – podcast (Segunda)

13h20 – Comissões (Terça a sexta)

16H55 -Repórter CVJ (Segunda a sexta)

17h – Sessão Ordinária (Segunda a quarta)

Histórico 

As tratativas para a nova rádio começaram em 2016, quando foi assinado convênio com a Câmara dos Deputados, detentora do canal. 

Em 2019, foi confirmado o canal para a Câmara dos Deputados, para operação pela Câmara de Joinville. 

O presidente da Câmara, Diego Machado (PSDB), citou que a rádio está em pré-operação e terá como uma das principais vantagens a transmissão das sessões em sinal aberto de rádio. “Será uma rádio legislativa, sem fins comerciais”, afirmou o vereador. 

Investimento 

Para a implantação da Rádio Câmara Joinville 102,3 FM, foram reaproveitados equipamentos e instalações da Casa, o que barateou a operação.

O espaço da antena,  no Morro da Boa Vista, foi obtido por meio de um convênio para utilizar a torre de transmissão que pertencia à Eletrosul e que estava desativada, bem como a casa mata, local onde ficam equipamentos e outras instalações.

Este convênio gerou para a CVJ uma economia de pelo menos meio milhão de reais. 

Os equipamentos, como microfones e mesa de áudio, entre outros, custaram cerca de R$ 160 mil. A mão de obra para montagem e operacionalização foi toda de técnicos da casa. 

A internet para transmissão é toda da casa, e os servidores que irão levar as informações são todos concursados.

Você não pode copiar o conteúdo desta página
Pular para o conteúdo