Domingo, 14/08/2022
Joinville - SC
Compartilhar
Ouvir publicação

Alto nível de estresse interfere negativamente no desempenho dos atletas e da comissão técnica, sendo necessário, mais do que se ter consciência dos gatilhos que o acionam, saber lidar com ele e então usá-lo em benefício acionário.

 

Atletas passam por múltiplas situações de caráter estressante no dia a dia, e conforme ocorre acúmulo delas, e sem encontrar canos de escape para suplantar isso tudo, seu funcionamento físico e psicológico responde em danos como: inibição, vulnerabilidade a se machucar e sentir dor, sente-se cansado facilmente, arrisca-se inadequadamente, age por precipitação, atua com lentidão, torna-se impulsivo, comete erros sobre ações que já dominava, sente-se desmotivado, irrita-se com extrema facilidade, entre outros sintomas correspondes, sendo a origem do estresse de diversas possíveis fontes, desde pressão exagerada do corpo técnico, limites físicos e mentais, entre outros, até mesmo questões de caráter financeiro, familiar, sexual ou amoroso.

O trabalho do PSICÓLOGO DO ESPORTE pode servir de precaução destas situações, amenização dos sintomas ou de restabelecimento do equilíbrio do atleta, além de ensinar como usar este estresse negativo em benefício do próprio atleta.

(conteúdo trabalhado em minha palestra ESPORTE & PSICOLOGIA: um casamento perfeito e necessário)

Block