Segunda, 23/05/2022
Joinville - SC
março 3, 2020
Compartilhar
Ouvir publicação

Com a presença de mais de 200 empresários do norte do Estado, o presidente do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC), desembargador Ricardo Roesler, abriu na noite de ontem (2/3), em Joinville, o ciclo de palestras semanais da Associação Empresarial de Joinville (Acij).

 a

[ads1]

[ads2]

[ads1]

Em sua explanação, Roesler destacou os pilares de sua gestão: informação, inovação, integração. “É preciso informar melhor, ter melhor diálogo com a sociedade e entidades, além de uma conversa aberta com magistrados, servidores e com os poderes Executivo e Legislativo. E não há gestão sem comunicação. Informando, nós integramos. Integrando, nós inovamos!”, assinalou.

O magistrado destacou, ainda, que o planejamento para o próximo biênio inclui ações que visam reconhecer o talento de magistrados e servidores, bem como o uso da tecnologia e transparência aos diferentes públicos. Roesler comentou ainda sobre os desafios de gerir uma das maiores estruturas públicas do Estado. “Se fôssemos uma empresa, seríamos uma das maiores de Santa Catarina, com mais de 12 mil servidores, sendo 552 magistrados”, informou.

O teletrabalho também foi um dos assuntos apresentados na palestra. Atualmente, 402 servidores fazem parte do programa instituído pelo TJSC. O presidente do TJ aproveitou o encontro para expor números relativos à quantidade de processos em tramitação na Justiça catarinense e quais são os setores que mais demandam no Estado, entre eles prefeituras, governo estadual, bancos, companhia de energia e telefonia. “Todos os dados estão na tecnologia chamada Business Intelligence (BI), focada na gestão de dados sobre movimentação processual, produtividade jurisdicional e força de trabalho do Judiciário”, ressaltou.

Ainda ao falar sobre tecnologia, o presidente expôs a intenção de criar o Laboratório Judicial do TJSC (LabJud), em que a plataforma de governança digital será um local unificado para intercâmbio de projetos e ações de tecnologia de comunicação, com incentivo ao trabalho colaborativo entre os órgãos do PJSC. “Conceberemos o laboratório com cinco vértices: parceiros internos, instituições de ensino, entidades governamentais, empresas de tecnologia e sociedade civil. Será um espaço público onde iremos agregar todos aqueles incentivadores da tecnologia para pensar o que podemos fazer para melhorar em nosso sistema, a fim de proporcionar celeridade aos processos judiciais”, argumentou.

Durante a apresentação, também foram ressaltados temas sobre o custo de cada processo judicial, sendo que Santa Catarina tem o menor custo por cidadão numa comparação com outros tribunais de justiça brasileiros. Com relação à responsabilidade social, Roesler lembrou que o TJ repassou nos últimos dois anos cerca de R$ 15 milhões – verbas de transações penais – para 23 entidades de Santa Catarina. “Hoje, temos disponíveis cerca de R$ 4,2 milhões para serem repassados às instituições beneficentes. Todos os anos, são abertas inscrições para que as entidades possam inscrever seus projetos”, revelou Roesler.

Novo fórum

Ao falar para empresários da região Norte, o presidente do TJSC garantiu que os procedimentos para a ampliação do Fórum de Joinville iniciarão ainda este ano. “Em 2020, iniciaremos o processo de licitação do projeto do novo prédio, que será construído na área de estacionamento, e para a ampla reforma do atual. Na sequência, serão executados os atos para a efetiva construção”, explicou o presidente.

 

Lideranças

O presidente da Acij, João Martinelli, enalteceu a atuação do Poder Judiciário de Santa Catarina pela celeridade, segurança jurídica e serenidade que passa, considerando-o como um grande investimento nas garantias do direito e da cidadania. “Nossos parabéns pela dedicação, pela forma como o Poder Judiciário está sendo conduzido em Santa Catarina e por transmitir segurança nas decisões dos juízes. Parabéns!”, destacou Martinelli.

O prefeito de Joinville, Udo Döhler, considerou um privilégio poder acompanhar a explanação dos dados apresentados pelo presidente do TJSC. “Acompanhamos atentamente a apresentação, com grande riqueza de detalhes, e podemos resumir da seguinte forma: o nosso Tribunal de Justiça está em boas mãos”, disse o chefe do Executivo municipal.

Na opinião da presidente da OAB – Seccional Joinville, Maria de Lourdes Bello Zimath, a apresentação foi um espelho do caminho que o presidente Ricardo Roesler pretende trilhar pelos próximos dois anos. “Ele abre as portas aos advogados, tem uma cultura jurídica invejável, além de sua resiliência, empatia e liderança incontestável”, enalteceu a advogada.

Sua empresa em destaque, Informações só clicar aqui

[ads2]

[ads1]

[ads2]

Block