Quarta, 10/08/2022
Joinville - SC

Prefeitura de Joinville recebe comitiva estadual que anuncia repasses para a Saúde

agosto 3, 2022
Prefeitura de Joinville recebe comitiva estadual que anuncia repasses para a Saúde
Compartilhar
Ouvir publicação

O prefeito Adriano Silva, a vice-prefeita Rejane Gambin e secretários municipais receberam nesta quarta-feira (3/8), uma comitiva da Secretaria de Estado da Saúde e o governador Carlos Moisés da Silva.

Inscreva-se em nosso canal no YouTube!

Após uma visita e reunião no Hospital Municipal São José e no Centrinho Prefeito Luiz Gomes, o secretário estadual, Aldo Baptista Neto anunciou o repasse de aproximadamente R$ 68 milhões para o município, além do repasse mensal, a partir de outubro, de R$ 450 mil reais para custeio dos investimentos realizados para pacientes com fissura labiopalatina que fazem tratamento e acompanhamento no Centrinho.

O repasse de R$ 28 milhões é relacionado à Política Hospitalar Catarinense que remunera os hospitais de acordo com o cumprimento de algumas metas. São convênios que haviam sido assinados em 2021 e neste ano e que agora devem ser depositados em parcela única, segundo o Estado.

A quantia de R$ 40 milhões, para a rede de alta e média complexidade são de recursos federais. O valor já havia sido enviado ao município de Joinville para que fosse encaminhado aos hospitais estaduais. Porém, a Secretaria Estadual abriu mão de que o valor seja encaminhado aos hospitais estaduais.

O prefeito Adriano Silva pontuou duas situações durante a reunião. Primeiro reforçou a importância de se discutir o custeio do Hospital São José, pois a Prefeitura de Joinville investe anualmente cerca de R$ 349 milhões para manter os serviços oferecidos pelo hospital. Além disso, Adriano falou da necessidade de fomentar junto ao Governo Federal, a atualização da tabela SUS, que desde 2008 teve pouca mudança e com isso Joinville deixou de receber cerca de R$ 600 milhões.

“O Hospital São José precisa dessa ajuda. Joinville não tem mais condição de manter esse custo sozinha. O pagamento da Política Hospitalar Catarinense, de R$ 28 milhões ajuda muito e praticamente acaba com o déficit orçamentário desse ano. Com relação ao Centrinho, cerca de 90% das pessoas que tratam fissura labiopalatina não são de Joinville e esse é um serviço referência no Estado. Esse custeio significa uma ajuda importante na política pública de saúde de Joinville”, afirma o prefeito.

O secretário de Estado da Saúde, Aldo Baptista Neto, elogiou o serviço oferecido pelo Centrinho.

“Eu tive a oportunidade de cerca de dois meses atrás visitar o Centrinho com a vice-prefeita e conhecer o brilhante trabalho que é feito. A equipe nos falou da quantidade de atendimentos que são regionais, então acolhemos o pedido e a partir de outubro o Estado assume o repasse de R$ 450 mil.

Além disso, são R$ 28 milhões do Estado e falamos de um convênio de prestação de serviço continuado, então não tem a barreira eleitoral nesse momento. E os outros 40 milhões é um reposicionamento de valores envolvendo o Ministério da Saúde”, explica o secretário.

Block