Sexta, 19/08/2022
Joinville - SC

Prefeito Adriano Silva é o primeiro a responder o Censo 2022 em Joinville

agosto 1, 2022
Prefeito Adriano Silva é o primeiro a responder o Censo 2022 em Joinville
Compartilhar
Ouvir publicação

O prefeito Adriano Silva recebeu nesta segunda-feira, dia 1º de agosto, a equipe do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para responder ao questionário do Censo Demográfico 2022, sendo o primeiro morador de Joinville a ser recenseado. O ato marcou o início das visitas de recenseadores a cerca de 212 mil domicílios em Joinville, seguindo o cronograma nacional que vai até 31 de outubro.

Inscreva-se em nosso canal no YouTube!

 

“Se a população em Joinville é muito maior do que temos hoje, estamos recebendo um valor abaixo do que deveríamos estar recebendo, quando temos esse levantamento, ajudamos o município a receber as verbas de acordo com o número de habitantes” – afirmou o prefeito Adriano Silva.

A partir de agora, em torno de 542 recenseadores identificados por uniforme azul marinho e boné, crachá e um QR Code de verificação da identidade atuarão no município, coletando os dados dos joinvilenses

O Censo é uma operação importante para o país porque permite conhecer os detalhes de como a população vive, quantas são as pessoas e onde elas estão. “É importante para a sociedade, para o governo, para as empresas públicas e privadas, para os gestores públicos e da iniciativa privada. Se você vai abrir uma empresa em determinado município, precisa conhecer detalhes daquele município”.

Recenseadores
Todos os recenseadores do IBGE estarão identificados com boné, colete e crachá. Dentro do crachá há um QR Code que pode ser lido pelo celular. Com isso, o cidadão pode confirmar o nome e a foto do recenseador e verificar se ele pertence ao quadro de servidores do Instituto. Em caso de dúvida, basta ligar para o IBGE no número 0800 721 8181.

Questionário específico
Outras novidades introduzidas pelo Censo 2022 incluem a maior identificação de pessoas que vivem em comunidades quilombolas e em comunidades indígenas, que terão questionários específicos.

O Censo inclui também perguntas específicas para pessoas com deficiência e para pessoas diagnosticadas por profissional de saúde com transtorno de espectro autista (TEA).

O Censo é constituído de dois questionários: um menor, que demora cinco minutos para ser preenchido; e outro maior, que demora em torno de 16 minutos. Cerca de 10% da população vai precisar responder ao questionário mais completo.

Tecnologia
O IBGE conta este ano com um data center para auxiliar no processamento das informações do Censo Demográfico 2022. O arcabouço tecnológico desenhado para o Censo permitirá que os resultados sejam divulgados de forma mais célere, ao contrário do que ocorreu em edições anteriores.

A meta é publicar, no início de 2023, as primeiras informações. Em dezembro de 2022, serão divulgados resultados preliminares do Censo referentes à população. Os resultados sobre domicílio, pirâmide etária, escolaridade e mercado de trabalho serão disponibilizados ao longo do ano de 2023.

Ainda na estrutura tecnológica, há uma parte relativa à proteção e segurança dos dados. Toda a equipe do IBGE, que alcança cerca de 220 mil pessoas, foi treinada para mostrar os códigos de ética e boas práticas em relação a sigilo e confidencialidade.

Os dados dentro dos equipamentos estão criptografados e contarão com um sistema de proteção. Mesmo depois da realização do Censo, o IBGE tem uma política de sigilo e confiabilidade, além de comitês de ética, responsáveis por essa questão internamente.

 

Block