Segunda, 15/08/2022
Joinville - SC

Polícia Civil deflagra operação em combate a crimes contra a dignidade sexual

julho 28, 2022
Polícia Civil deflagra operação em combate a crimes contra a dignidade sexual
Compartilhar
Ouvir publicação

Na manhã desta quinta-feira (28), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Proteção a Criança, Adolescente, Mulher e Idoso – Polícia Civil – DPCAMI de Joinville, com apoio das 1ª, 2ª, 4ª, 5ª e 6ª Delegacias de Polícia, bem como do Núcleo de Operações com Cães – NOC e da Polícia Militar de Santa Catarina, deflagrou operação destinada a cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão relacionados a crimes contra a dignidade sexual.

Inscreva-se em nosso canal no YouTube!

Ao todo, foram cumpridos 03 mandados de busca e apreensão domiciliar e 02 mandados de prisão preventiva, nos bairros Atiradores, Comasa, Jardim Paraíso e Paranaguamirim.

Entenda os casos:

No bairro Atiradores, foi cumprido um mandado de busca e apreensão na residência de um homem de 36 anos, que foi preso no mês de junho, pela prática dos crimes de ameaça, estupro, registro não autorizado da intimidade sexual, divulgação de cena de estupro ou de cena de estupro de vulnerável, de cena de sexo ou de pornografia e de tortura, em desfavor da ex-companheira. Foi apreendido um aparelho de telefone celular no local das buscas. O suposto autor dos fatos já é réu em ação penal pelos crimes citados, sendo certo que se encontra, atualmente, recolhido no Presídio Regional de Joinville.

Já no bairro Comasa, deu-se cumprimento a um mandado de busca e apreensão no domicílio de um homem de 49 anos, investigado pela prática dos crimes de violência psicológica contra a mulher, ameaça, perseguição, importunação sexual e assédio sexual. O investigado, que é professor de uma faculdade em Joinville, teria cometido os delitos contra algumas de suas alunas. No local das buscas, foi apreendido o telefone celular do investigado.

Além da medida de busca e apreensão, foram decretadas a proibição do investigado de se aproximar e de fazer contato com as vítimas e testemunhas da investigação, bem como o afastamento do exercício da função por ele exercida na faculdade em que leciona. As investigações seguem com a DPCAMI de Joinville.

No bairro Jardim Paraíso, foram cumpridos mandados de busca e apreensão domiciliar e de prisão contra um homem de 36 anos, investigado pela prática de estupro de vulnerável, de satisfação de lascívia mediante a presença de criança ou adolescente e de registro não autorizado da intimidade sexual. No local, foram apreendidos 02 aparelhos de telefone celular do investigado e foi cumprido mandado de prisão preventiva em seu desfavor. As investigações seguem com a DPCAMI de Joinville.

Por fim, no bairro Paranaguamirim, foi cumprido um mandado de prisão expedido contra um homem de 62 anos, investigado pelo potencial cometimento do crime de estupro de vulnerável contra uma criança, que seria a própria filha do suposto autor. As investigações seguem com a DPCAMI de Joinville.

Block