Segunda, 16/05/2022
Joinville - SC
março 10, 2020
Compartilhar
Ouvir publicação

Em março de 2019, os médicos de Londres anunciaram que haviam curado uma pessoa com HIV. – apenas o segundo já libertado do vírus. Depois de muita deliberação, o “paciente de Londres”, como ficou conhecido, disse que queria revelar sua identidade e contar sua história, revela o jornal The New York Times.a

 a

[ads2]

[ads1]

“Esta é uma posição única para se estar, uma posição única e muito humilhante”, disse ele. “Eu quero ser um embaixador da esperança.”

Quem é o ‘paciente de Londres’? O nome dele é Adam Castillejo, 40 anos. Nascido na Venezuela, vive em Londres há quase 20 anos. O anúncio da cura de Castillejo no ano passado eletrificou a comunidade científica e energizou a busca de estratégias para curar a infecção pelo HIV.

A única outra pessoa que foi curada, 12 anos antes, é Timothy Ray Brown, conhecido como o “paciente de Berlim”. As probabilidades não estavam a favor de Castillejo, então seu sucesso revitalizou os cientistas que começaram a questionar se o caso de Brown era um acaso. Fonte brasil247.com

Sua empresa em destaque, Informações só clicar aqui

[ads2]

[ads1]

[ads2]

Block