Últimas notícias
Home » Carlos Alberto Hang » Opinião: Carlos Alberto Hang: Líderes sendo Líderes
precisamos estar preparados para enfrentarmos o que for preciso para chegarmos onde desejamos.

Opinião: Carlos Alberto Hang: Líderes sendo Líderes

Compartilhe

“Liderança é um privilégio para melhorar a vida dos outros. Não é uma oportunidade de satisfazer uma cobiça pessoal” dizia o ex-presidente do Quênia, Mwai Kibaki, sendo uma lição que deveria ser aprendida e assumida pelos nossos líderes e por nós mesmos. Quando estou à frente de algo como líder é pelo bem de quem lidero e não pelo status que a posição ocupa socialmente e muito menos financeiramente, sendo estas consequências, algumas vezes, de uma boa liderança.

Participe do Facebook  Aconteceu em Joinville – Clique Aqui

Siga-nos também no Instagram!  Aconteceu em Joinville – Clique Aqui!



 

Para sermos bons líderes precisamos aprender muito com as abelhas, da forma que elas trabalham, onde existe definição de metas muito bem definidas e acionam uma por todas e todas por uma para obterem sucesso em seu empreendimento, criando um mel de grande valor.

 

 

 

Lincoln afirmava que a bússola aponta para onde fica o norte, mas que ela não nos informa às dificuldades que podemos encontrar no caminho para lá, como pântanos e desertos. Então precisamos estar preparados para enfrentarmos o que for preciso para chegarmos onde desejamos. Podemos sinalizar caminhos, mas o caminhar é peculiar a cada candidato à liderança ou ao seu aperfeiçoamento enquanto líder.

 

 

 

 

Peter Drucker afirma que “nunca tivemos tantas opções para decidirmos nosso destino. Nenhuma escolha será boa, porém, se não soubermos quem somos”. Este grande consultor administrativo tem muita razão em sua fala, pois um bom líder promove diariamente esta busca por si mesmo, faz o eterno exercício do nosce te ipsum (conhece-te a ti mesmo) para que tenha em si uma base forte, tornando-se cada dia mais detentor de uma liderança admirável e desejável de ser incorporada pelos seus liderados.

 

Como e quando acontece para cada um de nós é ímpar, não existindo fórmulas mágicas. Como um exemplo disso ilustro o da apresentadora de TV Angélica, a qual mudou sua vida após um assalto em sua residência que a deixara traumatizada, não conseguindo mais conviver com as pessoas fora de casa. Mas sua mãe, diante disso, resolveu levá-la para o Programa do Chacrinha numa busca de superação do trauma. Foi então que o próprio Chacrinha encontrou a criança Angélica e ficou encantado com sua beleza, pedindo em seguida que ela concorresse num concurso que ele estava promovendo. Foi o que fez e, em seguida, foi contratada para um comercial atrás do outro, e o resto da história de sucesso nós conhecemos muito bem.

 

 

 

Outra questão é saber aproveitar as oportunidades, perceber as portas que se abrem. Como exemplo darei de Alexandre Tadeu da Costa, o fundador da Cacau Show, a maior rede de lojas de chocolates finos do mundo. Com 17 anos, quando era entregador de chocolate, um cliente encomendou da empresa que ele trabalhava 2000 ovos de Páscoa, mas a fábrica deixou este cliente na mão, então Alexandre resolveu abraçar a oportunidade e fazer com suas próprias mãos os ovos, sendo que, com o dinheiro ganho, abriu sua primeira loja.

 

Winston Churchill era gago quando criança e foi aconselhado pela própria mãe a não seguir nenhuma profissão que tivesse que usar a fala em público. Mas ele seguiu algumas regras e conseguiu ser um dos maiores líderes que o mundo já teve, sendo elas: atrair as pessoas (sabia se fazer ouvir); repetição (repetia incansavelmente a mensagem que queria passar, fazendo-se assim entender); linguagem viva (tinha uma excelente oratória); conclusão com impacto (deixa para o final de suas falas o que era mais importante ou impactante); singelos gestos (usava adequadamente a movimentação do seu corpo para manter uma boa imagem) e pausas (fazia pausas com grande tempo em silêncio durante suas falas, que criava expectativa maior).

Temos a questão do conhecimento que envolve a liderança, onde vemos vários líderes querendo quebrar as regras, mas devem compreender que, antes de quererem quebrar as regras é preciso que conheçam de fato as regras e os motivos que impulsionaram sua formação conceitual, para que suas lideranças não se tornam perigosos laboratórios.

 

Também preciso destacar que liderar não diz respeito a manipular as pessoas, pois ser líder é influenciar o outro. Para liderar uma equipe não precisamos pisar em ninguém porque liderar não é impor, liderar é vir a despertar nos outros a vontade de fazer e de repetir as ações do próprio líder.

 

Um líder coerente faz com que as pessoas se auto inspirem e se aglutinem, vindo delas mesmas estas ações mediante a postura e o carisma de quem as lidera. Não é o líder em si mesmo que promove sozinho este movimento, mas são seus liderados que acionam tais atitudes. Temos inclusive líderes negativos de nossa história que conseguiram promover estas ações, como Adolf Hitler, usando todo seu poder de comunicador e carisma para acionar a movimentação a seu favor.

Um líder, principalmente quando inicia seu trabalho, deve ter em mente suas metas principais estabelecidas, conseguir identificar centros de gravidade que são peças chaves para o aprimoramento de suas metas e ainda iniciar projetos pilotos que garantam suas primeiras vitórias no caminho que deseja para si, conquistando assim a confiança maior dos demais e visto com mais segurança suas orientações seguintes.

 

 

Warren G. Bennis afirmava que “liderança é ter seguidores inspirados e energizados” e isso poderá ocorrer se o líder souber escutar seus subordinados além de falar para eles, mas desde que compreenda que ouvir não é somente escutar, mas deixar que a fala deles tenha uma postura ativa em todo o processo de liderança promovido.

 

 

Liderar não é somente dar ordens, mas ensinar e orientar caminhos, entendendo que quando não ensina e orienta os outros, rouba de si mesmo a oportunidade de aprender com estes outros. Deve entender que se somente o líder fala, a organização toda fica muda. Margareth Thatcher já dizia que um líder é alguém que sabe o que quer alcançar e consegue comunicá-lo. Comunicação se faz necessário e que seja uma comunicação ativa e em diálogo, pois não pode ser somente de cima para baixo, mas também de baixo para cima como da esquerda para a direta e da direta para a esquerda, num mecanismo comunicativo eficaz.

Finalizo este artigo com a fala do grande Abraham Lincoln que dizia que “A maior habilidade de um líder é desenvolver habilidades extraordinárias em pessoas comuns”.

(Texto de autoria de Carlos Alberto Hang, psicólogo (CRP 11.931) e jornalista (03991), pós-graduado em psicopedagogia, especialista em Educação Infantil & Séries Iniciais; formado também em filosofia, história, letras, teologia, inglês, italiano, espanhol, trabalha com jornalismo desde 1994, ministrante de cursos e palestras, é Embaixador da Embaixada Universal da Paz – Genebra – Suíça – Cercle Universel des Ambassadeurs de la Paix, é Cônsul de Joinville – Instituto Internacional Poetas del Mundo, detentor do Oscar Brasileiro by Grupo Jornalístico Ronaldo Côrtes de São Paulo) e membro honorário imortal da Academia de Ciências, Letras e Artes de Minas Gerais na cadeira 148. Só permitida a veiculação ou uso do texto acima mediante a nomeação do jornalista e autor do mesmo.

About Carlos Alberto Hang

Carlos Alberto Hang
Carlos Alberto Hang, psicólogo (CRP 11.931/SC) e jornalista (03991/SC), pós-graduado em psicopedagogia, especialista em Educação Infantil & Séries Iniciais; formado também em filosofia, história, letras, teologia, inglês, italiano, espanhol, trabalha com jornalismo desde 1994, ministrante de cursos e palestras, é Embaixador da Embaixada Universal da Paz - Genebra - Suíça - Cercle Universel des Ambassadeurs de la Paix, é Cônsul de Joinville - Instituto Internacional Poetas del Mundo, detentor do Oscar Brasileiro by Grupo Jornalístico Ronaldo Côrtes de São Paulo) e membro honorário imortal da Academia de Ciências, Letras e Artes de Minas Gerais na cadeira 148. Só permitida a veiculação ou uso do texto acima mediante a nomeação do jornalista e autor do mesmo.
error: Todos os direitos reservados - Aconteceu em Joinville