Últimas notícias
Home » Santa Catarina » Operação Veraneio registra queda na criminalidade e aumento de afogados na temporada
Números foram divulgados na manhã desta segunda-feira, em Florianópolis. Foto: Julio Cavalheiro/Secom /Divulgação Aconteceu em Joinville

Operação Veraneio registra queda na criminalidade e aumento de afogados na temporada

Compartilhe

Após 158 dias de intenso trabalho, o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina encerra a alta temporada da Operação Veraneio com recorde no índice de prevenções, ação que resultou em redução do número de ocorrências com salvamentos.

Participe do Facebook  Aconteceu em Joinville – Clique Aqui

Siga-nos também no Instagram!  Aconteceu em Joinville – Clique Aqui!



Na manhã desta segunda-feira (11), o Colegiado Superior de Segurança Pública de Santa Catarina reuniu autoridades para realizarem o encerramento da Operação Veraneio de forma conjunta. Estiveram presentes o Comandante-Geral do CBMSC, Coronel BM Edupércio Pratts e o Subcomandante-Geral do CBMSC, Coronel BM Charles Alexandre Vieira, além do Secretário de Segurança Pública e representantes da Polícia Militar, Civil e Federal, servidores do Instituto Geral de Perícias, Detran, Defesa Civil do Estado, servidores públicos e imprensa. O evento foi realizado na Secretaria de Estado da Segurança Pública, em Florianópolis.

 

 

Nesta edição da Operação Veraneio, os mais de R$ 12 milhões investidos e aplicados para a manutenção dos profissionais e postos Guarda-vidas resultaram em recorde no índice de ações de preventivas, sendo este o mais alto dos últimos 5 anos. Como consequência da forte prevenção, o CBMSC reduziu o número de salvamentos (ações em afogamentos e arrastamentos com recuperação da vítima) para 2.832, demonstrando que houve menor necessidade de atuar em salvamentos nos locais em que há a atuação preventiva dos Guarda-vidas. A prevenção inclui a sinalização por bandeiras, uso de apitos e demarcação de locais que oferecem risco aos banhistas, como mares, rios e lagoas, entre outros.

 

 

 

 

Em áreas guarnecidas, apenas 0,1% de todas as ocorrências atendidas (três casos) resultaram em óbito, dado que comprova a eficiência do trabalho realizado pelo CBMSC com ênfase em prevenção. Destaque positivo para o recente feriado de Carnaval, no qual não foram registrados óbitos por afogamento em áreas guarnecidas por postos Guarda-vidas, nos quais 1.146 profissionais atuam por dia das 8h às 20h.

 

 

De acordo com o Comandante-Geral do CBMSC, Coronel BM Edupércio Pratts, a parceria entre o Corpo de Bombeiros Militar e a Marinha do Brasil, através do aplicativo “Praia Segura”, oferecido gratuitamente à população, foi de grande importância: “através do aplicativo, as embarcações que ficam a menos de 200 metros da orla da praia ou apresentam risco aos banhistas já são automaticamente denunciadas. A parceria com a Marinha, em especial com a Capitania dos Portos, é vantajosa para todos”, declarou o Comandante.

 

IMG 7912 copia

 

O Subcomandante-Geral do CBMSC, Coronel BM Charles Alexandre Vieira, também ressaltou o foco na prevenção de afogamentos: “nesta temporada, realizamos um mapeamento de todas as ocorrências de afogamento no Estado, mesmo os que ocorreram fora das áreas guarnecidas, a fim de sabermos a exata localidade em que todos aconteceram. Para o próximo ano, a ideia é investir ainda mais na prevenção”, afirmou o Subcomandante.

 

 

Como exemplo da política prevencionista, os projetos sociais seguem como ponto forte da corporação. Apenas na temporada 2018/2019, foram formadas 6.222 crianças e adolescentes no Projeto Golfinho, que instrui jovens sobre os riscos de afogamentos em mares, rios e piscinas, além de abordar temas como sustentabilidade, cidadania e meio ambiente. A instituição também trabalha a política inclusiva com o projeto “Praia Acessível”, que atendeu 1.981 nesta alta temporada. O projeto possibilita que pessoas portadoras de deficiência e com mobilidade reduzida entrem no mar com o uso de cadeiras adaptadas, de forma segura e sob supervisão de Guarda-vidas.

 

Nesta alta temporada, o CBMSC atuou com o monitoramento dos banhistas em 384 postos Guarda-vidas, com uso de dois helicópteros, duas aeronaves, 51 viaturas, 37 motoaquáticas, 24 lanchas e 37 quadriciclos colocados à disposição dos cidadãos nos locais com maior índice de banhistas.

 

 

 

 

A Operação Veraneio 2018/2019 foi iniciada oficialmente em 18 de dezembro de 2018, mas devido a grande quantidade de banhistas que frequentam o litoral catarinense fora deste período, o CBMSC atua com prazo estendido, com início da “pré-temporada” em 4 outubro de 2018.

 

 

Com o fim da alta temporada, o número de Guarda-vidas é reduzido, mas o serviço segue ativo nas praias do Estado até o dia 15 de abril de 2019. Alguns locais contam com o serviço de Guarda-vidas durante todo o ano e outros terão redução gradativa do serviço, com atendimento em finais de semana e feriados durante o ano.

 

 

 

Confira a apresentação com todos os dados da alta temporada clicando aqui.

Créditos: Mônica Andrade – Jornalista CCS. Arte: Estado-Maior Geral CBMSC.
Centro de Comunicação Social
Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina

 

About Redação

Redação
É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do editor da revista. O portal de notícias Aconteceu em Joinville tem o compromisso de levar a informação a população joinvilense através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.
error: Todos os direitos reservados - Aconteceu em Joinville