Home » Brasil » Operação Fronteira Integrada prende 30 pessoas em Santa Catarina
Fotos: James Tavares / Secom

Operação Fronteira Integrada prende 30 pessoas em Santa Catarina

Mais de 770 integrantes das forças de segurança brasileiras e da Argentina participaram da Operação Fronteira Integrada I em Santa Catarina. Em cerca de 20 horas de ações, foram realizadas 30 prisões, duas apreensões e quatro veículos retirados de circulação, informou o secretário da Segurança Pública, Alceu de Oliveira Pinto Júnior, nesta sexta-feira, 29, no centro de comando estadual montado em Dionísio Cerqueira. Também foram mobilizadas 88 viaturas e uma aeronave.



A operação montada pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) para implementar ações de controle da criminalidade e da violência, com foco no tráfico de drogas, contrabando de armas, homicídios, furtos, roubo e receptação de veículos, mobilizou 10 estados brasileiros. Em Santa Catarina, participaram policiais civis, militares, federais, rodoviários federais e da Argentina, receitas Federal, Cidasc, secretarias da Justiça e Defesa da Cidadania, além de Defesa Civil, IGP e IMA.

“A palavra integração sintetiza a importância dessa operação, que demonstra a viabilidade de montarmos uma operação com a participação de agentes catarinenses e argentinos. Ela é um exemplo para os demais estados”, afirmou Alceu de Oliveira.

“Para a Polícia Militar, é extremamente importante participar de ações como esta. Além de testar nossa capacidade de controlar divisas e perímetros, aproxima as agências envolvidas e nos integra a uma estratégia nacional de segurança pública”, acrescentou o comandante geral da PM, coronel Carlos Alberto de Araújo Gomes Júnior.

Fotos: James Tavares / Secom

“A palavra integração sintetiza a importância dessa operação, que demonstra a viabilidade de montarmos uma operação com a participação de agentes catarinenses e argentinos. Ela é um exemplo para os demais estados”, afirmou Alceu de Oliveira.

“Para a Polícia Militar, é extremamente importante participar de ações como esta. Além de testar nossa capacidade de controlar divisas e perímetros, aproxima as agências envolvidas e nos integra a uma estratégia nacional de segurança pública”, acrescentou o comandante geral da PM, coronel Carlos Alberto de Araújo Gomes Júnior.

Facebook Comments

About Redação

Redação
É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do editor da revista. O portal de notícias Aconteceu em Joinville tem o compromisso de levar a informação a população joinvilense através de noticias da nossa região com agilidade e fidelidade aos fatos.
error: Todos os direitos reservados - Aconteceu em Joinville