segunda-feira,

15/04/2024

Joinville/SC

Search
Close this search box.

Mudança na desoneração da folha proposta pelo governo cria mal-estar com o Congresso

O governo propôs mudanças na desoneração da folha de pagamento em 17 setores intensivos em mão de obra por meio de uma medida provisória anunciada pelo Ministro da Fazenda, Fernando Hadad.

Essa ação busca limitar a desoneração e aumentar a arrecadação federal, impactada pela extensão do benefício estabelecido em 2012 e prorrogado desde então.

O anúncio da medida provisória gerou reações negativas no Congresso.

A proposta do ministro Fernando Haddad, que visa recuperar receitas, inclui a revogação de uma lei aprovada recentemente pelo Congresso, a qual desonera a folha de pagamento de 17 setores econômicos com alto índice de empregabilidade no país.

O deputado Federal Darci de Matos  expressou preocupação em suas redes sociais, alertando sobre o impacto nos setores cruciais para a economia, como a Construção Civil, alimentos, tecnologia, calçados, têxtil e outros de relevância para o desenvolvimento nacional.

Ele acredita que a medida pode reduzir a geração de empregos e até mesmo resultar em demissões, colocando milhares de postos de trabalho em risco.

O deputado defende a rejeição dessa proposta pelos senadores.

 

 

.

Você não pode copiar o conteúdo desta página
Pular para o conteúdo