Sabado, 28/05/2022
Joinville - SC
janeiro 9, 2020
Compartilhar
Ouvir publicação

Sandro Marcos da Silva, 48 anos, aventureiro e empresário que construiu a maior tirolesa da América Latina, morreu vítima de um acidente na terça-feira, em Iraí (RS).  O sepultamento será nesta quinta-feira, (09),  no cemitério do Rio do Meio, às 9 horas da manhã desta quinta-feira, em Balneário Camboriú.

Participe do grupo de TELEGRAM  do Aconteceu em Joinville – Cliqu e Aqui

Participe das PROMOÇÕES  do  AJ no You Tube –  Clique aqui e se inscreva

Siga-nos também no Instagram!  Clique Aqui

[ads1]

[ads2]

Ele fazia justamente testes em uma tirolesa que ia inaugurar no próximo final de semana.
A estrutura, com 1,6 mil metros de extensão, seria uma das maiores tirolesas urbanas do país. O último cabo foi colocado no sábado passado e na terça, Sandro foi testar a estrutura, já que na nesta quarta-feira começaria o treinamento dos funcionários.

As causas do acidente ainda serão apuradas pela polícia Civil. A princípio o cabo permanece intacto e não se sabe ainda qual problema ocorreu no equipamento.  Sandro morava em Balneário Camboriú, com a mulher e duas filhas que estavam com ele na viagem. Sandro é pai de três filhos. Ele chegou a postar foto da viagem para o Rio Grande, com as duas filhas no carro.

Sandro era diretor-técnico da empresa projeto Aventura. Ele era paraquedista há três décadas e ex-militar do Exército. Há 20 anos, ele construía tirolesas, pistas de arvorismo e paredes de escalada. O local, horário do velório e do sepultamento ainda não foram informados pela família.

Siga-nos também no Instagram!  Clique Aqui

[ads1]

[ads2]

Block