Terça, 24/05/2022
Joinville - SC
outubro 22, 2020
Compartilhar
Ouvir publicação

O candidato a prefeito, Adriano Silva, defende que a questão da mobilidade urbana em Joinville não será resolvida com uma ação isolada. “Somente, com a soma de um conjunto de ações será possível melhorar a mobilidade”, destaca.

Participe do grupo de Whatsapp Aconteceu em Joinville – Clique Aqui

Um dos problemas apontados pelo candidato, começou há muitos anos quando a administração municipal decidiu concentrar as indústrias na zona norte e a população morar na zona sul. A maioria das pessoas reside na zona sul e atravessa a cidade todos os dias para trabalhar. “A solução começa em criar alternativas para reduzir a necessidade de deslocamento do cidadão, através da promoção de negócios e criação de empregos na Zona Sul”, explica.

A segunda ideia de Adriano Silva é integrar ônibus e bicicletas, implantando bicicletários seguros nos terminais de ônibus e criar um projeto piloto para reservar um espaço para a bicicleta dentro do ônibus. Aliado a isso, liberar concessões para promover o serviço de aluguel de bicicletas e patinetes.

Outra alternativa citada no plano de governo é permitir o uso das marginais da BR-101 para criar a Linha Expressa 101 entre terminais Sul-Norte e avaliar o sistema de linha direta entre terminais com tarifa reduzida. “Precisamos fazer uso da tecnologia para implantar a localização em tempo real do ônibus, o que facilita a vida dos usuários”, destaca Adriano Silva.

O candidato a prefeito defende também, trabalhar para manter a liberdade e fomentar o uso de aplicativos de transporte e mobilidade urbana, inclusive para transportar servidores públicos em serviço. As ideias abrangem, inclusive, avaliar e fomentar os modais alternativos de transporte como ferrovias, veículo leve sobre trilhos, BRT, teleféricos e hidrovias.

Outra proposta é estudar a implementação de faixa reversível (3° faixa) em ruas que geram gargalos de trânsito, como a Guanabara, a XV de Novembro e a Monsenhor Gercino, permitindo que as faixas centrais mudem de sentido conforme necessidade do horário.

“Além de promover as mudanças, realizaremos testes rápidos para avaliar a efetividade das mudanças nos grandes gargalos de mobilidade”, explica Adriano Silva.

O plano de governo inclui ainda, a retomada dos projetos de pontes urbanas Adhemar Garcia, Anêmonas e Nacar, duplicar os principais eixos, como a Marquês de Olinda, Ottokar Doerffel, Dona Francisca e Almirante Jaceguay, retirando os entraves e identificando parceiros em todas as esferas. Além disso, criar um binário próximo ao terminal Itaum, entre as ruas Monsenhor Gercino e Florianópolis.

Sua empresa em destaque, Informações só clicar aqui

[ads2]

[ads1]

[ads2]

Block