Sabado, 28/05/2022
Joinville - SC

Justiça decreta prisão preventiva de idoso de estuprar menina em creche clandestina

fevereiro 15, 2022
Justiça decreta prisão preventiva de idoso de estuprar menina em creche clandestina
Compartilhar
Ouvir publicação

Passou por audiência de custódia nesta tarde, com o juiz da 2a. Vara da Comarca de Rio Negrinho Rubens Ribeiro da Silva Neto, o idoso suspeito de abuso sexual contra uma criança. O homem teve a prisão preventiva decretada e segue detido no Presídio Regional de Mafra. O processo tramita em segredo de justiça. Audiência de custódia – é um ato do direito processual penal em que o suspeito por um crime, preso em flagrante, tem direito a ser ouvido por um juiz, de forma a que este avalie eventuais ilegalidades em sua prisão.

Clique aqui e participe do grupo

de Whatsapp Aconteceu em Joinville

Caso

Nesta terça-feira (15), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Polícia da Comarca de Rio Negrinho, prendeu um homem de 61 anos suspeito de cometer estupro de vulnerável contra uma menina de oito anos. Conforme foi apurado, o crime teria ocorrido na semana passada, em uma creche clandestina, no bairro Cruzeiro, em Rio Negrinho.

O suspeito, que é marido da cuidadora, aproveitava quando a mulher se ausentava para abusar da vítima. A materialidade ficou comprovada através de laudo pericial. O suspeito responde pela prática de abusos contra outra criança, de seis anos, sendo indiciado no ano passado através de inquérito policial.

A Polícia Civil representou pela expedição de mandado de prisão preventiva contra o suspeito, que foi deferida pelo Poder Judiciário. Desde o dia dos fatos, a Polícia Civil estava monitorando o homem, que foi capturado escondido em uma chácara em Rio dos Cedros.

Após a prisão, ele foi encaminhado ao presídio de Mafra, onde ficará à disposição da Justiça. A investigação segue visando identificar outras crianças que possam ter sido vítimas do suspeito.

Block