Segunda, 15/08/2022
Joinville - SC

“Julgamento por corrupção”; Neymar pode ser preso e ficar fora da Copa do Mundo

julho 28, 2022
“Julgamento por corrupção”; Neymar pode ser preso e ficar fora da Copa do Mundo
Compartilhar
Ouvir publicação

Tribunal de Justiça de Barcelona surpreendeu a todos ao pedir a prisão de Neymar Jr. nesta semana pelo período em que ele jogou no Barcelona. O ídolo da seleção brasileira é ex-jogador do clube catalão e, hoje, atua pelo PSG.

Inscreva-se em nosso canal no YouTube!

O ídolo da seleção brasileira é acusado de corrupção e fraude. As acusações se estendem aos seus pais e também a ex-presidentes do Barcelona — Sandro Rosell e Josep Maria Bartomeu. Os autos do processo ainda citam ex-dirigentes do Santos, clube que revelou Neymar.

Segundo informações do jornal catalão El País, o FC Barcelona está listado como pessoa jurídica e o Ministério Público exige o pagamento de 8,4 milhões de euros.

 

Ainda de acordo com o jornal, a promotoria solicitou dois anos de prisão para Neymar, que terá que enfrentar uma audiência um mês antes do início da Copa do Mundo, que será disputada no Qatar.

Empresa se diz enganada por Neymar

O pedido de prisão é consequência de uma queixa apresentada há sete anos pela DIS, empresa especializada em futebol mundial que alega ter sido enganada quando o passe de Neymar foi vendido para o Barcelona. Segundo a empresa, ela detinha direito a cerca de 40% dos direitos de Neymar.

Os direitos foram adquiridos ainda em 2009, quando o atacante tinha apenas 17 anos, com um passe equivalente a dois milhões de euros. A DIS, que pertence ao Grupo Sonda, alega que foi vítima de um engano tramado pelo jogador, o Barcelona e seus pais. A empresa exige uma indenização de 150 milhões de euros.

“O Barcelona e o jogador quebraram as regras da Fifa e alteraram a livre concorrência no mercado de transferências”, disse a empresa em 2016, quando, concluída a investigação judicial, as acusações foram apresentadas.

Empresa pede que Neymar seja impedido de jogar

A empresa vai contra o Ministério Público — que pede dois anos de prisão e o pagamento de multa de dez milhões — elevando o pedido para cinco anos e pede que ele seja inabilitado de jogar futebol neste período. A DIS ainda pede dois anos de prisão para o pai e um para a mãe.

Processo é considerado um novo ‘golpe’ para o Barça

A investigação agora tramita no Tribunal Superior de Barcelona. O julgamento será realizado em sete sessões até o dia 31 de outubro e representa um novo golpe para o Barcelona no caso Neymar.

Ainda em 2016 – quando a polêmica estourou – o clube concordou em pagar 5,5 milhões de euros por dois crimes na contratação de Neymar.

O caso Neymar coloca em xeque Josep Maria Bartomeu, que enfrenta processos por outros diversos crimes e foi exonerado da responsabilidade sobre o caso depois que o Barcelona foi condenado como pessoa jurídica.  Com isso, o Ministério Público pede cinco anos de prisão para ele, embora o DIS eleve o pedido para oito anos.
https://www.torcedores.com/

Block