Terça, 17/05/2022
Joinville - SC

Jornal da Cidade : Por uma Joinville navegável

abril 28, 2022
Jornal da Cidade : Por uma Joinville navegável
Compartilhar
Ouvir publicação

Não é de hoje que se comenta que Joinville poderia ser uma cidade “navegável”. Conta com rios, até mesmo no centro, como conhecido Rio Cachoeira.

 

Porém, o assunto sempre foi polêmico, e até mesmo empresas tentaram viabilizar o transporte da população através do sistema de barcos ou semelhantes. Diante disso, o vereador Wilian Tonezi (Patriota) propôs a criação do Setor Especial de Interesse de Turismo Náutico em Joinville.

Por meio do Projeto de Lei Complementar nº 43/2021, o parlamentar quer, na prática, fazer uma emenda na Lei de Ordenamento Territorial para que o novo setor passe a existir. Com a proposta, Tonezi pretende estimular as atividades comerciais e turísticas no âmbito náutico, por meio de hotéis, resorts, restaurantes, passeios, etc.

Para ele, Joinville tem potencial marítimo e fluvial, mas que não é valorizado. Pelo projeto, ficam determinadas como áreas de turismo náutico regiões que possuem marinas, como os bairros Espinheiros e Jardim Iririú, e a foz do Rio Cubatão. As áreas que margeiam os rios Cachoeira e Bucarein, nos bairros Bucarein, Boa Vista e Guanabara, também seriam contempladas.

O projeto, atualmente, está em tramitação na Comissão de Legislação e tem por relator o vereador Alisson (Novo). É esperado que também passe, pelo menos, pelas comissões de Urbanismo e de Economia, antes de chegar ao plenário.

Propostas já aceitas

Em 2019, foi aprovado o Projeto de Lei Complementar 62/2018, que flexibiliza a ocupação de áreas de uso controlado para atividades de apoio ao setor náutico e aeroviário em Joinville .

Houve inclusive audiência pública, em que, na ocasião, o presidente da Associação de Marinas do Rio Cubatão, Tarso Luiz Swarowsky, afirmou que a cidade tem uma vocação náutica. “A atividade gera retorno para a cidade e atrai turistas. Vamos desenvolver mais a atividade de maneira sustentável, respeitando o meio ambiente, já que nossa atividade depende do meio ambiente”, completou.

Block