Segunda, 15/08/2022
Joinville - SC

Integrantes de facção criminosa em Joinville são condenados por homicídio

julho 1, 2022
Integrantes de facção criminosa em Joinville são condenados por homicídio
Compartilhar
Ouvir publicação

Denúncia oferecida pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPC), por meio da 23ª Promotoria de Justiça da Comarca de Joinville, resultou na condenação de dois integrantes de facção criminosa por homicídio duplamente qualificado. Os réus Natan da Silva da Luz e Erik Henrique Machado foram sentenciados, respectivamente, a 14 anos de prisão em regime fechado.

Inscreva-se em nosso canal no YouTube!

O crime aconteceu em janeiro de 2020, no bairro Morro do Meio, em Joinville. Na noite de quarta-feira (08/20), Adriano dos Santos Melo foi levado à força até o ponto de venda de drogas gerenciado por Natan. No local, os denunciados aguardavam a autorização da facção criminosa para executar a vítima. Quando foram autorizados, efetuaram disparos na cabeça, pescoço e nas costas de Adriano. A rivalidade entre as facções criminosas a que pertenciam foi a principal motivação do homicídio.

 

Em seguida, foram até a localidade de Duas Mamas, em área isolada, na divisa dos municípios de Schroeder e Joinville, e esconderam o corpo da vítima.

Ao sustentar a acusação perante o Conselho de Sentença, o Promotor de Justiça, Marcelo Sebastião Netto de Campos, da 23ª Promotoria de Justiça da Comarca de Joinville, ressaltou que “os denunciados estavam associados à organização criminosa com o fim específico de praticar infrações penais graves, tais quais homicídios, tráfico de drogas, crimes patrimoniais e outros”. O Tribunal do Júri, atendeu ao MPSC e reconheceu o homicídio duplamente qualificado, por motivo torpe e recurso que impediu a defesa da vítima. Os acusados não poderão recorrer em liberdade.

Block