Quinta, 23/09/2021
Joinville - SC

HOMO SAPIENS CREATUS: a criatividade como ferramenta para o sucesso…

março 23, 2021
HOMO SAPIENS CREATUS: a criatividade como ferramenta para o sucesso…
Compartilhar
Ouvir publicação

homo sapiens creatus      

.: a criatividade como ferramenta para o sucesso :.

Na imagem ilustrativa acima, temos o símbolo no idioma japonês, escrito em Kanji, o qual lemos “souzouryoku“, que significa Criatividade.

Existem aqueles que ainda acreditam ser a criatividade um dom inato, e que são poucos os detentores do mesmo, mas afirmo a estes que estão equivocados, pois criatividade é deveras natural a todo e qualquer ser humano, e a dimensão criativa do indivíduo é proporcional ao exercício constante, e ainda sinalizo a vós outros que o potencial criativo é construído pela interferência do meio social, começando esta constituição do ser desde a mais tenra infância, tendo os pais como primeiros promovedores do despertar criativo de suas proles.

Muitos adultos tem ínfima paciência diante da fase do desenvolvimento infantil quando as crianças questionam sobre o mundo, enchendo aos pais de “por que?” por todos os lados. Para se livrarem destes questionamentos, os adultos, se não silenciam a natural e sadia curiosidade infantil, fornecem respostas empobrecidas aos infantos, e não os saciam, tirando deles este valioso exercício promovedor da criatividade, que é o questionamento.

Mas o que é a criatividade enfim? Podemos dizer que faz par com a indagação, iniciando com o questionamento do porque de algo vir a ser daquela maneira e, em seguida, promove uma infindável busca de meios de fazê-lo diferente.

O combustível ou a energia motriz da criatividade é a imaginação, sendo esta tão ampla quanto tenha sido esta ferramenta aprimorada com o passar dos anos. Presentear crianças com brinquedos que incitam a imaginação em suas diversas ordens, é um bom começo para iniciarmos o processo de um indivíduo com potencial de criatividade interessante.

Professores devem também promover em seus alunos a imaginação, e esta se dará, não apresentando assuntos “mastigados”, mas fazendo com que os alunos busquem em si mesmos as conclusões através do exercício avaliativo e dedutivo, tornando-os partícipes de suas próprias histórias, verdadeiros protagonistas de suas vidas.

Podemos dizer que uma pessoa criativa também é um indivíduo corajoso, pois toda criatividade denota uma questão proporcional de risco, e apenas aqueles que ousam arriscar o pensar e o fazer diferente do habitual, é que promovem ações criadoras. Logo, um líder tem que ser alguém corajoso para poder ser criativo.

Podemos identificar uma pessoa criativa quando esta inserida neste contexto comportamental: possui senso de curiosidade aguçado; persiste diante dos obstáculos que se apresentam quando move ações criativas; é determinada diante de buscas alternativas que venha a solucionar problemas que se apresentam; consegue rever e questionar suas próprias ideias que lhe parecem sensatas; e mesmo sendo independente, aceita o apoio dos demais; busca constantemente reinventar a própria vida, sendo este o sentido maior de ser da criatividade.

O criativo une o mundo das ideias ao que se apresenta como pronto, fazendo deste um passo a mais. A imaginação promove ideias abstratas, e estas, associadas ao mundo concreto, a ações criativas.

Os criativos são detentores de altos níveis de consciência e de imensa percepção do mundo que os envolvem, além de grande sensibilidade, pois ao que escapa às mentes e olhares da maioria, eles percebem com naturalidade e, automaticamente, buscam compreender e meios de aprimoramento daquilo que percebem.

Um líder deve ser, necessariamente, um ser criativo, isto é, ter pensamentos investigativos, ter capacidade de desequilibrar os seus conceitos prontos e reeditá-los com aprimoramento, ter ampla capacidade de resolver conflitos, ser capaz de unir dois elementos nunca antes combinados e, através destes, promover um novo elemento útil, ter busca constante de soluções alternativas e manter sempre a mente aberta ao novo e a revisão de si mesmo.

Então, boa criatividade a todos !!!

(artigo publicado em 14 de agosto de 2009 pelo jornalista e psicólogo Carlos Alberto HANG, e que faz parte de sua palestra HOMO SAPIENS CREATUS: a criatividade como ferramenta para o seu sucesso)

QUEM É O ESCRITOR DESTE ARTIGO? CARLOS ALBERTO HANG: escritor com 7 livros escritos, jornalista (03991/SC) desde 1994, psicólogo, com mestrado e doutorado, International Master Premium em Hipnose Clínica (Universidade Brasileira de Hipnose), Master PNL Practitioner (Programação Neurolinguística) reconhecido internacionalmente pela NLPEA Association of Excellence/EUA, também formado em Filosofia, História, Letras, Teologia; pós-graduado/especialista em Psicologia do Esporte, em Psicopedagogia, em Hipnose Clínica e em Ciências da Religião;  formação também em Sexualidade Humana, Gestão de Pessoas, Psicanálise, Hipnose Transformacional, Psicologia Clínica e Comportamental, Terapia Cognitivo Comportamental, Psicologia Organizacional, Diagnóstico e Intervenção Psicopedagógicos, Taxicologia, Coaching & Mentoring, Inteligência Emocional, Física Quântica, Recursos Humanos, Jornalismo Digital, Jornalismo Esportivo, Telejornalismo, Logística, Adm. de Hotéis, Gestão de Eventos, Turismo de Eventos, Relações Internacionais, Saúde Mental & Dependência Química, Gestão na Administração Pública, Ciência Política, Política Contemporânea, Gestão de Conflitos, Empreendedorismo, Piano, Linguagem Musical, História da Música; Inglês, Italiano, Espanhol e Francês; é Embaixador pela Cercle Universel des Ambassadeurs de la Paix (Genebra/Suíça), é Cônsul de Joinville – Instituto Internacional Poetas del Mundo, detentor do Oscar Brasileiro by Grupo Jornalístico Ronaldo Côrtes de São Paulo, e membro honorário imortal da Academia de Ciências, Letras e Artes de MG na cadeira 148.  INSTAGRAM: @carlosalbertohang  TWITTER: @hangjornalista PARLER: @Carlosalbertohang  TELEGRAM: @carlosalbertohang FACEBOOK: @opiniaodeumlivrepensadorbyHANG

Block