Segunda, 15/08/2022
Joinville - SC

FOTOS : Bombeiros Voluntários de Joinville celebram 130 anos de fundação

julho 17, 2022
FOTOS : Bombeiros Voluntários de Joinville celebram 130 anos de fundação
Compartilhar
Ouvir publicação

A cerimônia em comemoração aos 130 anos do Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville levou mais de 600 pessoas à Unidade Centro (rua Jaguaruna), na noite de sábado, 16 de julho – a data é celebrada no dia 13 de julho. A festa foi marcada por homenagens aos voluntários, aos sócios remidos, a benfeitores da corporação, agradecimentos e, nos discursos, apelos em favor do engajamento das lideranças em favor da revisão da legislação para dar segurança jurídica ao modelo.

Inscreva-se em nosso canal no YouTube!

Um dos momentos de maior emoção ocorreu na homenagem aos integrantes da Equipe Tradição que, juntos, somam 623 anos de dedicação à corporação – destaque para Romeu Ernesto Dressel, com 64 anos de voluntariado (veja lista completa abaixo). Também foram homenageados 70 bombeiros com mais de 5 anos de trabalho (em anos múltiplos de cinco) e 130 voluntários que somaram mais de 500 horas nas escalas operacionais em 2021 (104 fizeram de 500 a mil horas; 22, entre 1.001 a 1.500 horas e quatro trabalharam mais de 1.5001 horas) – o bombeiro voluntário Jailson Aparecido de Jesus Nery recebeu a distinção por 2,4 mil horas de serviços.

Corsini (centro) recebeu o certificado de Sócio Honorário das mãos do Tenente Coronel BM Jorge Arthur Cameu Júnior e, a Ordem da Machadinha, do presidente Moacir Thomazi

Três benfeitores receberam as comendas instituídas em 1952: Jorge Prachtrauser e Nivaldo Rupp receberam o título de Sócio Remido e a Machadinha simbólica por 40 anos de contribuição financeira à entidade. A distinção foi entregue pelos diretores financeiro da Associação, José Carlos Meinert; e administrativo, Marcos Luiz Krelling. Já o empresário e ex-presidente da Associação Empresarial de Joinville (Acij), Marco Antonio Corsini, foi agraciado com o título de Sócio Honorário e a Ordem da Machadinha, maior honraria concedida pela Associação. A entrega da comenda, feita pelo presidente da Associação, Moacir Thomazi, foi reconhecimento por liderar o movimento em favor da doação do sistema de energia solar fotovoltaica à corporação.

Os diretores financeiro, José Carlos Meinert (à esq) e administrativo, Marcos Krelling (à dir) entregaram a Machadinha aos sócios remidos Nivaldo Rupp (segundo, à esq.) e Jorge Prachtrauser

A Banda Sinfônica do Corpo de Bombeiros Voluntários, regida pelo maestro Jonatas Rafael da Costa e Geraldo Garcia, foi atração especial da noite. O grupo, composto por 40 instrumentistas, também teve a participação especial do trompetista Alisson Medeiros, que iniciou os estudos musicais na corporação e atualmente faz o segundo mestrado na Universidade Robert Schummann, na cidade de Düsseldorf, Alemanha. Como convidados, o coro representativo das paróquias da Comunidade Evangélica de Joinville, com 60 vozes, regido por Vivian Voos Tavares e Mário Klemann entoando “Aleluia” (Leonard Cohen e arranjo para coral de Roger Emerson) e “Glória ao Senhor” (Wanderson Paiva).

Agradecimentos – “O desafio é avançarmos e nos modernizar tanto no aspecto operacional quanto na gestão”, disse em seu discurso o presidente da Associação Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville, Moacir Thomazi, ao fazer um balanço da gestão e as perspectivas para os próximos anos. Entre os avanços destacou a instalação do sistema de energia solar fotovoltaico, no segundo semestre de 2019, que resulta em economia de aproximadamente R$ 100 mil/ano para a corporação – investimento doado pela Acij. “Esta cerimônia é para agradecer aos bombeiros, aos colaboradores, às lideranças empresariais e políticas mas, acima de tudo, aos mais de 30 mil joinvilenses que fazem contribuição à corporação, por meio da fatura de energia elétrica, o que nos permite manter a estrutura de atendimento”, disse.

Moacir Thomazi, presidente da Associação

Agradecimento e reconhecimento também foi a tônica da mensagem do prefeito de Joinville e bombeiro voluntário há 20 anos, Adriano Silva, em vídeo exibido no início do evento. Citando todos os departamentos da entidade – comando, diretoria, colegas do operacional, Banda, Mirins e Centro de Atividades Técnicas, concluiu: “A entidade é exemplo para todo o Brasil. Agradeço em nome de Joinville.”

No seu pronunciamento, o comandante do Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville (CBVJ), Carlos Antonio Kelm, rememorou os períodos de renascimento da corporação após períodos de dificuldades financeiras, em especial o ocorrido no primeiro centenário sob a gestão do então presidente José Henrique de Loyola. E disse que, passados 30 anos, a entidade vive novamente um momento singular dado os recentes e expressivos investimentos em melhoria da estrutura e frota de veículos de emergênciaRessaltou ainda o trabalho dos subcomandantes e dos próprios bombeiros.

Equipe Tradição recebeu o reconhecimento pelos anos de dedicação à corporação

Legislação – No agradecimento pela comenda Ordem da Machadinha, o empresário Marco Antonio Corsini pediu a união das lideranças de entidades de classe e políticas em favor da defesa do modelo “bombeiros voluntários” e legislação que garante segurança jurídica à atividade de vistorias e análise de projetos de prevenção e combate a incêndio e pânico.

Ele destacou, como exemplo, movimento liderado pela Acij e Prefeitura junto ao Supremo Tribunal Federal quando do julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI 5354) – objetiva a declaração de inconstitucionalidade de artigo 112, parágrafo único, da Constituição do Estado de Santa Catarina, e do artigo 12,  § 1º, da Lei 16.157, de 7 de novembro de 20213, também de Santa Catarina, que preveem a possibilidade de bombeiros voluntários, por delegação dos municípios, realizarem vistorias de fiscalização e lavrar autos de infração referentes a normas de segurança contra incêndio e pânico – em março deste ano.

Naquela oportunidade, Corsini e Adriano Silva compartilharam com o ministro José Antonio Dias Toffoli o resultado do trabalho desenvolvido pelo Centro de Atividades Técnicas (CAT) do CBVJ em 2021, quando mais de 16 mil projetos foram analisados com agilidade, eficiência e gratuitamente para a comunidade. “Reforço aos representantes políticos catarinenses e aos candidatos nas eleições deste ano o pedido de que mantenham bem alta a bandeira em defesa dos bombeiros voluntários.”

O deputado federal Darci de Matos aproveitou a sua fala para destacar o trabalho feito pela Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Bombeiros Voluntários no Congresso Nacional. Segundo ele, já há acordo para que na tramitação da PEC 218/2019 – que inclui o parágrafo 11 ao art. 144 da Constituição Federal, para dispor sobre a criação de corpos de bombeiros municipais por meio de convênio com bombeiros voluntários – na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) ocorra com mudanças.

“Vamos reapresentar novo texto, retirando a inclusão do art. 144 da Constituição para o art. 30, que trata da competência dos municípios”, disse. “A proposta, da qual eu sou relator na CCJC, é para que os municípios possam ter serviços civis destinados a executar atividades de defesa civil, combate e prevenção de incêndios, sinistros ou catástrofes, buscas e salvamentos.”

Cerimônia – A festa em comemoração aos 130 anos dos Bombeiros Voluntários de Joinville teve a participação de bombeiros, familiares, empresários e autoridades. A mesa foi composta pelo presidente Moacir Thomazi e comandante Carlos Kelm que recepcionaram o Tenente Coronel BM Jorge Arthur Cameu Júnior, comandante da 1ª Região de Bombeiro Militar do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (representando o governador Carlos Moisés); Luiz Gustavo Prim, diretor executivo da Secretaria de Governo da Prefeitura de Joinville (representando o prefeito Adriano Silva); Darci de Matos, deputado Federal (representando a Câmara dos Deputados); Maria Regina de Loyola Rodrigues Alves, presidente da ACIJ e membro nato da corporação;

Maurício Peixer, presidente da Câmara de Vereadores; Ivan Frederico Hudler, presidente da Associação dos Bombeiros Voluntários no Estado de Santa Catarina (ABVESC) e membro nato da corporação; Tenente Coronel Glaucir Lopes Gonçalves, subcomandante do 62º Batalhão de Infantaria – Batalhão Francisco de Lima e Silva (representando o comandante Tenente Coronel Luiz Eduardo Santos Cerávolo); e o Coronel Márcio Leandro Reisdorfer, comandante da 5ª Região Da Polícia Militar.

Matheus Cadorin (à esq.) entregou certificado ao mestre de cerimônia voluntário, o jornalista Marco Aurélio Pereira

Também prestigiaram o evento o vice-presidente da Associação, Sander Socrepa Malutta; Matheus Cadorim, diretor executivo da Associação; Sérgio Rodrigues Alves, presidente da Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc); Carlos Lopes, presidente do Sindicato Indústria Construção Civil de Joinville; Rodrigo Coelho, deputado federal; Daniel de Aviz, gerente de operações do Sesi/Senai (representando a Federação das Indústrias-Fiesc); Honorino José Gonçalves, representando a Delegacia da Receita Federal; Eder Colbani, representando o CREA de Joinville; Arnoldo Boege Jr, diretor do Hospital Municipal São José; Willian Tonezi, vereador; Evandro Vinotti, coordenador do Conselho dos Comandantes da ABVESC e comandante dos Bombeiros Voluntários de Indaial; tenente Denis Escatena, representando o comando da 2ª Cia do Batalhão Aéreo da Polícia Militar; e Thiago Rodrigo da Silva, representante dos conselhos de segurança dos bairros Iririú e Boa Vista.

Assista a live no canal do Youtube.

Quem são │Os homenageados nos 130 anos do CBVJ

Por tempo de serviços (em anos múltiplos de cinco) na corporação

Block