Quinta, 19/05/2022
Joinville - SC

Homem que matou pai e irmã é condenado a pagar R$ 60 mil

fevereiro 7, 2022
Homem que matou pai e irmã é condenado a pagar R$ 60 mil
Compartilhar
Ouvir publicação

A Justiça condenou Osmar Unisesky Júnior ao pagamento de R$ 60 mil em danos morais. O despacho do juiz Marcus Alexsander Dexheimer foi assinado na semana passada, em uma ação aberta pelo irmão do advogado, Marcos.

Clique aqui e participe do grupo

de Whatsapp Aconteceu em Joinville

De acordo com o processo judicial, logo após a ocorrência, o advogado fugiu do local e, depois de um tempo, apresentou-se na delegacia, oportunidade em que foi preso. No dia 18 de setembro de 2018, Osmar matou a tiros a seu próprio pai, e da meia-irmã Franciele Aparecida Jelinsky Unisesky, no bairro Brasília.

Em outubro do ano passado, ele foi condenado a 20 anos e 8 meses de reclusão, em regime inicial fechado. O Ministério Público do Estado de Santa Catarina (MPSC), porém, já entrou com recurso, pedindo aumento da pena para o advogado, que encontra-se no Complexo Penitenciário de Itajaí.

Abalo sentimental
Em sua decisão na ação por danos morais, Dexheimer cita que o crime resultou em um “abalo imensurável” às pessoas próximas, “desmantelando a entidade familiar”, conforme suas palavras.

“O requerente (Marcos) não somente sofreu a perda do pai e da irmã, mas convive com o sentimento de que a vida de seus familiares foi ceifada pelo próprio irmão, memória que certamente jamais deixará de lhe assombrar”, abordou o juiz, explicando que foram definidos R$ 30 mil por vítima em danos morais, com 1% de juros por mês desde o ocorrido, além de correção monetária.

Block