Domingo, 14/08/2022
Joinville - SC
maio 9, 2020
Compartilhar
Ouvir publicação

A Associação Empresarial de Comunicação Digital (AECODI) manifesta seu repúdio a qualquer tentativa de cerceamento da liberdade de expressão cometida por agentes públicos.

 a

[ads2]

[ads1]

A imprensa possui o papel fiscalizador diante de indicativos de atos de corrupção e irregularidades, este é um dos pilares da nossa democracia. Os veículos de comunicação sempre estarão pautados pela ética, informação precisa e correção aos fatos. O que vimos nos atos do governador Carlos Moisés em querer cercear a liberdade de expressão, durante sua fala em uma videoconferência com empresários catarinenses, gerou uma verdadeira revolta de todo o setor da comunicação catarinense, assim como jornalistas, comunicadores, empresários e profissionais de comunicação.

É intolerável que um governante a serviço do povo argumente a favor de censura, seja em esfera municipal, estadual ou federal. Não toleraremos atos e pensamentos que vão contra o Estado Democrático de Direito, e sobretudo à liberdade de expressão. Senhor governador, talvez você ainda não saiba, mas somos uma imprensa livre, informativa, democrática,  fiscalizadora e continuaremos nesta importante missão de, como imprensa, servir noticiosamente aos governados, não aos governantes, especialmente diante de indicativos tão graves de suposta corrupção.

Paulo Luís Cordeiro
Presidente da Associação Empresarial de Comunicação Digital/SC
AECODI

Sua empresa em destaque, Informações só clicar aqui

[ads2]

[ads1]

[ads2]

Block