Quarta, 10/08/2022
Joinville - SC

Festival de Dança de Joinville incrementa as expectativas de faturamento na hotelaria, gastronomia e varejo da cidade

julho 12, 2022
Festival de Dança de Joinville incrementa as expectativas de faturamento na hotelaria, gastronomia e varejo da cidade
Compartilhar
Ouvir publicação

O Festival de Dança de Joinville não movimenta apenas os dançarinos. As apresentações e eventos trazem resultados positivos também para a economia local, com incremento no faturamento nos segmentos de hotelaria, gastronomia e varejo. Conforme o VivaBem – Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Joinville e Região, julho é historicamente o melhor mês para a hotelaria, com taxa de ocupação sempre superior a 65% e permanência média de 2,5 dias.

Inscreva-se em nosso canal no YouTube!

De acordo com o Viva Bem, a exceção para esse resultado ocorreu em 2020, durante a pandemia da Covid-19, com a suspensão dos eventos e restrições do atendimento de estabelecimentos de alimentação e hospedagem. No ano que ficou marcado pelo isolamento social a taxa de ocupação dos hotéis foi de 17,37% e a média de permanência foi de 1,45 dia. Já em 2021, os números voltaram a subir e a ocupação média ficou em 50,03% e a permanência em 2,14 dias.

Para este ano, o setor de alimentação e hospedagem está otimista: “A procura está muito boa e, com certeza, o mês de julho será o melhor mês da hotelaria dos últimos cinco anos”, prevê o diretor do Le Village Flats & Hotel, Luiz Carlos Santana. A expectativa positiva é reafirmada pelo diretor do hotel Plaza Norte, Moacir de Souza: “Nossas perspectivas para o período do Festival de Dança são muito boas. As negociações de tarifas estão mais fáceis, com bons valores de diária. No ano passado, além da baixa procura, as tarifas também estavam muito baixas. Estamos voltando para os patamares dos anos anteriores, com ocupação entre 90% e 95%”.

A ocupação máxima também é prevista pela diretora do hotel Tannenhof e presidente do VivaBem, Ana Luiza Wetzel: “Nossa previsão é ocupação máxima durante o Festival de Dança. No ano passado o movimento já aumentou em relação a 2020 e a tendência é ser cada vez melhor. Felizmente, depois do período crítico que abalou os setores turismo e eventos, voltarmos a vislumbrar um cenário otimista e de crescimento”.

Estimativas de crescimento de 10% nas lojas e 15% em bares e restaurantes

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Joinville estima acréscimo de pelo menos 10% nas vendas dos comerciantes joinvilenses na segunda quinzena de julho em relação aos dias normais do período. A expectativa é maior para os bares e restaurantes. Segundo o coordenador da Câmara de Gastronomia e Entretenimento da CDL Joinville, Tomé de Souza, o movimento no setor deve aumentar 15% durante o Festival. “As casas estão otimistas com a chegada dos bailarinos e turistas para o evento”, revela Souza. “Temos previsão de incremento em vendas em torno de 50%, durante os 12 dias de Festival”, acrescenta José Lopes, proprietário do restaurante Casa do Capitão.

Agência triplicou o número de viagens

Conforme Iolanda Hahn, diretora geral da Bailarinos pelo Mundo Turismo, o número de participantes que contrataram os serviços da agência triplicou neste ano em relação à edição passada. “A importância do Festival no setor do turismo é bem grande. E Joinville movimenta o cenário no mês de julho na nossa agência não só com bailarinos, mas com acompanhantes”, afirma.

Desde 2020, a Bailarinos Pelo Mundo é a agência agência oficial do evento. De acordo com a diretora, os estados que mais demandam pelos serviços são do Nordeste, além de Minas Gerais e Rio de Janeiro. “A nossa agência decidiu focar no segmento de turismo para dança por perceber que no mercado nacional não havia ainda uma agência que cuidasse especificamente dos dançarinos e de toda a logística que eles precisam”, explica.

Serviço

• O quê: 39º Festival de Dança de Joinville.
• Quando: 19 a 30 de julho de 2022.
• Onde: Centreventos Cau Hansen (Avenida José Vieira, 315, América, Joinville) e palcos espalhados por Joinville e região.
• Realização: Instituto Festival de Dança de Joinville – Secretaria Especial da Cultura – Ministério do Turismo – Governo Federal.
• Promoção: Prefeitura Municipal de Joinville – Secretaria de Cultura e Turismo.
• Patrocínio: Bosch, Havan, Instituto Carlos Roberto Hansen e NSC.
• Apoio: ArcelorMittal Vega e Trimania.
• Mais informaçõeshttps://festivaldedancadejoinville.com.br.

Block