terça-feira,

27/02/2024

Joinville/SC

Search
Close this search box.

Festa das Flores chega na 83ª edição e é reconhecida como Patrimônio Imaterial de Joinville

 

A 83ª Festa das Flores de Joinville foi oficialmente aberta nesta terça-feira (14/11), em cerimônia realizada com homenagens, emoção e resgate da história de um dos eventos mais importantes da cidade.

A solenidade contou com a presença do governador Jorginho Mello, do prefeito Adriano Silva, da vice-prefeita Rejane Gambin, de deputados federais, estaduais, vereadores e demais autoridades.

A Orquestra Prelúdio, uma referência na música instrumental em Santa Catarina, que já alcançou um público de mais de 40 mil pessoas em seus concertos, fez apresentações que encantaram o público, inclusive com a execução do Hino Nacional Brasileiro.

“São 83 edições de pura tradição, a festa está incrível, são milhares de orquídeas expostas, em uma exposição moderna, bonita, acessível. São quase 300 caravanas confirmadas de vários estados brasileiros que vêm a Joinville, motivando o turismo, aumentando a economia da cidade. Todo o turismo que acontece é fundamental para nossos hotéis, gastronomia, sendo a festa mais antiga desse segmento no país e uma das poucas do mundo nesse formato indoor”, diz o prefeito Adriano Silva.

“É um evento que marca pela sua história, uma tradição de mais de 80 anos, está no calendário, as pessoas vêm de muito longe, tem gente que vem do exterior para prestigiar essa festa. Vir na Festa das Flores é um ânimo para todos nós. Espero que essa festa tenha muito sucesso”, afirma Jorginho Mello.

História preservada

Na cerimônia de abertura, o presidente da Agremiação Joinvilense de Amadores de Orquídeas (AJAO), Jacson Lúcio Zandonai, recebeu uma placa que confere à Festa das Flores o título de Patrimônio Imaterial de Joinville, concedido pela Prefeitura de Joinville, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo (Secult).

A outorga inclui o evento no Livro de Registro de Celebrações.

A titulação foi publicada no Diário Oficial de Joinville no dia 10 de novembro.

Entre os benefícios da outorga, está a prioridade em editais de fomento cultural promovidos pelos poderes públicos executivos ou entidades culturais.

A data do reconhecimento do evento como Patrimônio Imaterial coincidiu com o mês em que a cidade recebe anualmente a festa mais colorida do ano.

No entanto, os trâmites para a titulação começaram há alguns meses.

O processo teve apoio da vereadora Tânia Larson e foi realizado pela Coordenação de Patrimônio Cultural a partir da requisição da Agremiação Joinvilense de Amadores de Orquídeas (AJAO), organizadora da festa.

Uma das etapas do processo foi a consulta pública para ouvir a comunidade.

O trâmite ocorreu online e apresentava um questionário com perguntas sobre a importância da Festa das Flores para o município.

O processo também foi aprovado na Comissão do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Natural (Comphaan) do município.

Homenagens ao patrono

A cerimônia de abertura homenageou o patrono desta edição da festa, o empresário Ninfo König, que em 1995 foi presidente da AJAO quando promoveu a importação de uma grande quantidade de plantas dos Estados Unidos, aumentando a coleção dos associados.

Além disso, Ninfo participou da construção da nova sede da AJAO, onde a agremiação atua até hoje.

O empresário também recebeu a “Comenda da Ordem do Mérito Cultural Maestro Carlos Gomes”, da Sociedade Brasileira de Artes, Cultura e Ensino.

Ninfo foi reconhecido como personalidade destaque na sociedade joinvilense, catarinense e brasileira.

“Que sorte temos nós joinvilenses de adentrar esse jardim multicolorido para o deleite dos olhos. Como estou orgulhoso aos meus 83 anos de ser patrono desta festa fascinante, feita por pessoas abnegadas e dedicados orquidófilos. Estamos comemorando uma data que se aproxima de um século, isso é para os fortes, uma injeção de ânimo e clara demonstração de persistência e trabalho”, declara o patrono.

Um encanto a cada encontro

O tema deste ano da festa é “Um encanto a cada encontro”. A exposição, assinada pelo arquiteto e paisagista Silvio Parucker, apresenta um circuito formado por diversos cenários, entre eles uma floresta tropical, um ambiente de clima árido e o paraíso das orquídeas, formado por Laelias purpuratas, flor símbolo de Santa Catarina.

O visitante encontra um jardim formado por milhares de flores da época, um grande espelho d’água e uma cascata com 25 metros de altura. Ao final, o belvedere, onde o pódio com orquídeas campeãs da Festa estão em evidência e iluminadas.

Os 85 anos de história da AJAO, comemorado este ano, também terá destaque já na entrada da exposição com painéis que mostram momentos e a evolução da entidade, enaltecendo a tradição do cultivo das flores em nossa cidade.

“A proposta deste ano é levar emoção, além de encantar. A Ajao está há 85 anos preservando e cultivando o amor pelas orquídeas por toda a cidade. Este ano temos muita novidade para o público, com muitas flores, plantas ornamentais, exemplares de orquídeas. Além da exposição, temos mais de 300 estandes de plantas, artesanato, gastronomia, palco com atrações culturais, para todos contemplarem o evento”, disse o presidente da AJAO, Jacson Lúcio Zandonai.

Horários, ingressos e estacionamento

De terça-feira a sábado (14 a 18/11), a 83ª Festa das Flores está aberta ao público das 9h às 21h. Já no domingo (19/11), o horário será das 9h às 20h.

O valor da entrada é R$15 (inteira) e R$7,50 (meia entrada – para pessoas a partir de 60 anos, estudantes, pessoas com deficiência e professores das Redes de Ensino do Estado de Santa Catarina e Município de Joinville). Crianças de até 5 anos não pagam. Já as caravanas devem entrar em contato pelo telefone (47) 99689-8897 para solicitar cadastro e consultar condições especiais.

Os ingressos também podem ser comprados antecipadamente pelo site www.festadasflores.com.br. Nessa opção, os valores têm acréscimo de R$2,00 referente à taxa de serviço. Os valores do estacionamento serão de R$15 para carros e motos, R$25 para vans e R$60 para ônibus.

A 83ª Festa das Flores é realizada pela Agremiação Joinvilense dos Amadores de Orquídeas (AJAO) e Prefeitura de Joinville, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo (Secult).

Você não pode copiar o conteúdo desta página
Pular para o conteúdo