Terça, 26/10/2021
Joinville - SC

Feira de Armas acontece em Joinville até sábado

agosto 19, 2021
Feira de Armas acontece em Joinville até sábado
Compartilhar
Ouvir publicação

A Shot Fair Brasil, feira de armas começou na noite desta quinta-feira (19) em Joinville, e teve até a participação do presidente Jair Bolsonaro que participou de forma remota por compromissos em sua agenda.

 

“Essa feira representa um passo a mais rumo as nossas garantias de liberdade. A arma comprada de forma legal visa o bem-estar, a segurança da propriedade privada e também certeza que esse outro exército, não convencional, estará pronto a qualquer momento para defender a nossa integridade”, disse o presidente.

A feira irá acontecer até este sábado (21), na Expoville, e tem cerca de 50 expositores, distribuídos em mais de 20 mil metros quadrados, divididos entre marcas nacionais e internacionais de munições e armamentos.

“A Shot Fair Brasil nasce num momento em que o país avança. Desde de 2019, vivemos um ambiente favorável no mercado de armamento, com direcionamentos à flexibilização das leis para facilitar o acesso às armas. É hora de avançar ainda mais para garantir a liberdade e o direito natural da autoproteção da vida, da família e do patrimônio”, afirmou o empresário Mauro Braga, diretor-executivo da empresa organizadora Planeventos.

Também estiveram presentes no evento, Adriano Silva, prefeito de Joinville, Daniela Reinehr, vice-governadora do estado de Santa Catarina, o deputado federal Eduardo Bolsonaro e Bertrand Maria José de Orléans e Bragança.

Os ingressos podem ser comprados via internet. Nesta sexta-feira (20), o evento será de 15h às 22h, e no sábado mais cedo, de 10h às 19h.

O Ministério Público de Santa Catarina (MP-SC), conseguiu através de uma liminar em segundo grau que crianças sejam proibidas de participar do evento.

Siga-nos no nosso Instagram para receber notícias da região direto no seu celular. Para participar, basta CLICAR AQUI 

Pela decisão, somente adolescentes com no mínimo 14, que sejam praticantes de tiro esportivos possam participar, mediante a presença dos pais ou responsáveis legais. E somente com acesso às áreas de temática de tiro desportivo.

De acordo com o Promotor de Justiça Eder Cristiano Viana, o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), é proibido a venda de armas, munições e explosivos para crianças ou adolescentes, então, nenhum menor pode ser considerado profissional ou colecionador desse tipo de de produto. “É vedada, inclusive, a publicação, em material destinado ao público infanto-juvenil, de conteúdo sobre armas e munições”, completa.

Porém, ele também ressalta que o decreto federal 9.846/2019, que regulamenta a lei 10.826/2003, para dispor sobre o registro, o cadastro e a aquisição de armas e de munições por caçadores, colecionadores e atiradores, faculta a prática de tiro desportivo por menores com idade entre 14 e 18 anos.

 

Block