Quinta, 11/08/2022
Joinville - SC

Exército coordena exercício de ajuda humanitária em São Francisco do Sul

julho 5, 2022
Exército coordena exercício de ajuda humanitária em São Francisco do Sul
Compartilhar
Ouvir publicação

Entre os dias 4 a 8 de julho, em São Francisco do Sul, acontece o 6º Exercício de Ajuda Humanitária. Coordenado pelo Exército Brasileiro, por intermédio da 14ª Brigada de Infantaria Motorizada, com a finalidade preparar as agências integrantes do sistema de defesa civil e ação social, que atuam na pronta-resposta em situações de desastres naturais no estado de Santa Catarina. As atividades iniciam nesta terça-feira (5) com o acionamento das entidades integrantes do grupo de Ações Coordenadas (GRAC).

Inscreva-se em nosso canal no YouTube!

Participarão do 6º Exercício, tropas do Exército Brasileiro das cidades de Florianópolis, Blumenau, Joinville, Criciúma, Porto União e Curitiba. O evento contará, também, com a participação da Prefeitura de São Francisco do Sul, Capitania dos Portos de Santa Catarina, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Científica, Receita Federal, SAMU, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Militar, Defesa Civil de Santa Catarina, CELESC, Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina, Bombeiros Voluntários de São Francisco Do Sul, Polícia Penal, Águas de São Francisco e SCPAR Porto de São Francisco do Sul.

Um dos organizadores do exercício, General Abreu da 14ª Brigada de Infantaria Motorizada, ressaltou que “São Francisco do Sul foi a cidade escolhida por ser de fácil localização para todos os órgãos participantes, área geográfica que possibilita diversas simulações”.

Durante os dois dias de atividades em São Francisco do Sul será registrada grande circulação de viaturas e tropas na região. O coordenador da Defesa Civil Geovan Baumgratz explicou que “através deste exercício queremos trazer boas ações para o município e saber como agir em casos específicos, como desastres naturais, por exemplo. Com isso, teremos respostas melhores e mais eficientes para cada demanda que possa ocorrer.

É importante destacar para a população que os cenários criados para as ocorrências e os figurantes são fictícios e a movimentação será apenas em função do Simulado de Ajuda Humanitária. Os atendimentos dos órgãos de emergência, durante os dias de treinamento, não serão afetados, funcionando normalmente através dos telefones de cada instituição.

Block