Sabado, 02/07/2022
Joinville - SC

Ex-atleta e ex-treinadora de basquete recebe título de Cidadã-Honorária de Joinville

maio 21, 2022
Ex-atleta e ex-treinadora de basquete recebe título de Cidadã-Honorária de Joinville
Compartilhar
Ouvir publicação

Rose Helene Alfarth, uma das precursoras do basquete feminino em Santa Catarina, que brilhou nas quadras como atleta e treinadora, recebeu nesta sexta-feira (20) o título de cidadã-honorária de Joinville.

A proposição partiu do médico e vereador Cassiano Ucker (União Brasil), e a cerimônia de entrega da honraria foi marcada por muita emoção e homenagens. Um vídeo reuniu depoimentos como o da ex-atleta da seleção brasileira Magic Paula, com quem ela jogou, e também de ex-atletas que até hoje guardam na memória seus ensinamentos. A cerimônia contou ainda com a presença de muitas ex-atletas, representates da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte), Federação Catarinense de Basquete (FCB), da Secretaria de Esportes de Joinville (Sesporte) e do Bom Jesus/Ielusc, onde Rose atuou como professora e treinadora.

“Escolhemos homenagear esta ex-atleta e ex-treinadora, pela história dela, que dedicou 45 anos ao esporte, 37 deles em Joinville, deixando um importante legado para cidade”, destaca Ucker. Quando os primeiros Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) foram realizados, em 1977, Rose Helene Alfarth estava lá, e ali surgia o basquete feminino em Santa Catarina. Trouxe seis títulos do Jasc para Joinville e ganhou outras seis edições por Blumenau, sua cidade natal. “Brinca que trouxe seis para cada município que tanto ama para não deixar ninguém chateado. Até porque todos sabem da rivalidade entre Joinville e Blumenau nos jogos”, ressaltou o vereador.

Em seu discurso, Rose Helene destacou as lutas e louros ao longo da sua trajetória, e agradeceu pela homenagem. Para ela, ser lembrada após a aposentadoria, que veio em 2014, é uma prova de que seu trabalho deixou marcas, sobretudo nas ex-atletas e também nas famílias, com quem ela sempre manteve um contato muito próximo. Ela fez questão ainda de pedir mais incentivo não só para o basquete feminino de Joinville, mas para todas as modalidades, pelo papel fundamental que o esporte tem na formação cidadã.

Rose perdeu as contas dos títulos que já recebeu, como atleta e técnica. Destaque para o título de Campeã Brasileira Infanto-Juvenil Feminino, à frente da equipe de Joinville. O campeonato foi em Anitápolis (GO), em 1996. A equipe nem era vista como favorita, mas com garra, viraram o jogo e trouxeram o título para Joinville.

“Acreditamos que só o esporte tem essa capacidade, de virar o jogo, de transformar destinos, como o de muitas ex-atletas. Muitas delas estão aqui hoje (20), algumas que vieram de longe, para aplaudir o talento e o exemplo da Rose. Um exemplo digno de título, mais uma título para uma eterna campeã”, complementou o vereador.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Block