Sabado, 13/08/2022
Joinville - SC

Evento marca abertura da Semana Mundial de Aleitamento Materno em Joinville

agosto 2, 2022
Evento marca abertura da Semana Mundial de Aleitamento Materno em Joinville
Compartilhar
Ouvir publicação

Mães, bebês, profissionais da Saúde e a vice-prefeita Rejane Gambin reuniram-se na Unidade Básica de Saúde da Família Bakhita para a abertura da Semana Mundial de Aleitamento Materno. Além de apresentação musical, o evento, na tarde desta segunda-feira (1º/8), teve diversas atividades voltadas para as mães e as crianças, como auriculoterapia nas puérperas, shantala e pintura de barriga com o ultrassom gestacional.

Inscreva-se em nosso canal no YouTube!

“Essa é uma grande ação de estímulo para que as mães amamentem seus filhos pensando na importância para a saúde das crianças desde os primeiros meses de vida”, ressalta o secretário da Saúde, Andrei Kolaceke.

Angela Cristina da Rocha mora no bairro Bom Retiro e é mãe da pequena Brenda da Rocha, de apenas dois meses e meio. Para Angela, a importância da amamentação se dá pela saúde do bebê. “É rápido, prático e saudável”, diz ao contar que os outros filhos também foram amamentados.

Médica de Estratégia de Saúde da Família, Maria Eduarda Lopes trabalha na UBSF Bakhita e também pode compartilhar com as outras mães a experiência da amamentação. O filho dela, Mateus Lopes Zeredo tem sete meses e vai para a creche enquanto a mãe trabalha.

“A noite eu faço questão de amamentar sempre que ele pede, até para manter o vínculo. É uma alegria ver ele crescendo saudável e nunca ter tido uma infecção grave”, comenta Maria Eduarda fazendo referência ao fato do aleitamento materno auxiliar na imunidade da criança.

“Amamentar nem sempre é um processo simples e requer dedicação, mas também é um momento de puro amor entre a mãe e o bebê. Sempre que posso, incentivo a amamentação”, fala a vice-prefeita Rejane Gambin.

A Semana Mundial de Aleitamento Materno é comemorada em 120 países e ocorre sempre entre 1º e 7 de agosto, desde 1992.

“A Campanha vem justamente para incentivar o aleitamento materno, que é considerado um alimento padrão ouro para as crianças. Nós temos um grupo de tutores da Estratégia Amamenta e Alimenta da Secretaria da Saúde. São profissionais formados pelo Ministério da Saúde que desenvolvem e praticam ações durante o ano todo, voltadas para o aleitamento materno. São a referência para os casos em que as mães necessitam de cuidado e apoio diferenciado”, explica a médica pediatra Fátima Mucha.

Dados do Ministério da Saúde apontam que 13% das mortes de crianças menores de cinco anos, poderiam ser prevenidas com o aleitamento materno.

O leite materno contém cerca de 250 nutrientes que fortalecem os sistemas imunológico e microbiológico dos bebês, garantindo menos riscos de infecções, alergias e diarreias. A amamentação é recomendada como fonte exclusiva de nutrição até os seis meses.

Cartazes em exposição na Secretaria da Saúde

Treze unidades de saúde produziram cartazes para incentivar e promover a amamentação. Os cartazes ficarão expostos na Secretaria da Saúde até o dia 8 de agosto e a comunidade pode ajudar a escolher o melhor cartaz. A votação é feita presencialmente e serão avaliados critérios como coerência com o tema; criatividade e arte de elaboração. O resultado será divulgado no dia 17 deste mês.

Block