Sexta, 24/09/2021
Joinville - SC
janeiro 28, 2020
Compartilhar
Ouvir publicação

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica do estado confirmou 15 casos de sarampo em 2020 . Os pacientes estão distribuídos geograficamente nos municípios de Joinville (4), Florianópolis (3), Jaragua do Sul (2), Porto União (3), Schoeder (2) e Guaramirim (1).

 a
 a

[ads1]

[ads2]

O sarampo é uma doença respiratória, exantemática aguda e extremamente contagiosa, que pode evoluir com gravidade e cursar com complicações como pneumonia e encefalite. A transmissão ocorre de pessoa a pessoa por meio de secreções expelidas ao tossir, espirrar, falar. O contágio tem sido descrito por dispersão de aerossóis com no caso de partículas virais no ar em ambientes fechados como, escolas, creches, clínicas, entre outros.

Em 2019, durante 23 semanas consecutivas, foram confirmados 285 casos, 590 descartados e 37 estão ainda sob investigação. A faixa etária mais atingida foi de adultos jovens com idade entre 15 a 29 anos e o genótipo predominante no estado assim como no restante do pais é o D8.

Em 2020, o surto de sarampo permanece ativo e até a semana epidemiológica nº 3 foram notificados 39 casos suspeitos. Destes, 17 foram descartados, 15 confirmados e 7 ainda permanecem em investigação e/ou reteste, conforme protocolo recomendado pelo Ministério da Saúde (MS).

Vacinação

A vacina é a única forma de se prevenir contra o sarampo. A recomendação é que a população que não tenha se imunizado, não se lembre se tomou a vacina ou tenha perdido a caderneta de vacinação procure um posto de saúde para regularizar a situação.

Nas crianças, a primeira dose da vacina contra o sarampo deve ser tomada aos 12 meses e a segunda, aos 15 meses. Quem tomar essas duas doses fica protegido por toda a vida

  • Bebês também devem tomar a chamada “dose zero”, aos 6 meses de idade
  • Pessoas entre 1 e 29 devem tomar duas doses da vacina com um intervalo mínimo de 30 dias
  • Entre 30 e 49 anos, a orientação é tomar apenas uma dose.

As vacinas que previnem o sarampo são a tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) e a tetra viral (sarampo, caxumba, rubéola e catapora).

Sarampo

A doença é causada por um vírus que se espalha facilmente pelo ar através da respiração, tosse ou espirros.

Segundo a Dive-SC, os sintomas são:

  • febre alta
  • coriza
  • tosse
  • olhos avermelhados
  • manchas vermelhas

Participe do grupo de TELEGRAM  do Aconteceu em Joinville – Clique Aqui a

[ads1]

[ads2]

[ads1]

[ads2]

Block