Segunda, 15/08/2022
Joinville - SC

PSICOLOGIA DO ESPORTE: não existe esporte profissional sem psicologia… by Carlos Alberto Hang

março 27, 2022
PSICOLOGIA DO ESPORTE: não existe esporte profissional sem psicologia… by Carlos Alberto Hang
Compartilhar
Ouvir publicação

PSICOLOGIA DO ESPORTE diz respeito ao ramo do conhecimento psicológico que tem como objetivo maior a melhora da performance e do rendimento dos atletas, usando uma intervenção de natureza psicológica.

Como campo do conhecimento, a psicologia, detém técnicas e testes capazes de diagnosticar, assim como de intervir, no trabalho de qualquer tipo de atleta competitivo que busca alcançar um nível elevado de rendimento.

Algumas das principais metas é trabalhar o controle emocional, ansiedade, agresssividade, medos, limitações e intervenções impositivas, autoestima, recursos automotivacionais, rota de pensamentos ordenados por objetivo individual e coletivo, trabalho em equipe.

Além da análise e do trabalho em grupo, um dos principais focos ainda se dá no caráter individual de cada atleta, pois mesmo todos aparentemente trabalharem pelo mesmo objetivo, o que os move a tal é de caráter individualíssimo, sendo preciso até o atleta reconhecer o que de fato, muitas das vezes, apenas acredita ser o que é seu desejo, e o foco de cada qual é ímpar, e o que motiva a se esforçar e continuar lutando por ele, é diferente de um para outro ser humano.

É fantasioso acreditar que frases e momentos de promoção motivacional irá surtir efeito de fato no desempenho dos atletas, sendo que todo psicólogo profissional de fato sabe que estes recursos, como palestras motivacionais, tratam-se de grandes engodos, principalmente quando não ocorre como fechamento de um trabalho psicológico já efetuado por um profissional da área.

No mundo esportivo do século 21, não existe mais lugar para a prática esportiva sem a participação efetiva de um profissional da psicologia do esporte, especialista na área, e que não esteja armado com várias ferramentas de trabalho como a PNL, coaching e afins em associação à psicologia.

O Brasil tem perdido a alcunha de PAÍS DO FUTEBOL por estar estacionado nas práticas esportivas técnicas das décadas de 70 e 80, principalmente no tocante ao cenário internacional futebolístico, no qual se opera por décadas com foco no profissional da psicologia do esporte e da tecnologia.

Podemos ter um dos melhores atletas, mais preparado fisicamente e tecnicamente, com treinos constantes e de imenso desempenho positivo neles, com talento ímpar, mas se não for trabalhada sua estrutura psíquica, no eixo tanto individual quanto no coletivo, por um profissional da psicologia, torna-se uma roleta russa de resultados, onde poderá ter atuação pior que um amador na práxis durante uma competição.

É amador, ultrapassado e ignorante no que representa de fato a psicologia no esporte, quem acredita que está atualizado em ter um profissional da psicologia apenas atuando esporadicamente ou com pouca representatividade na atuação técnica, e pior ainda quem ainda acredita que psicologia é algo dispensável no mundo esportivo, e que um técnico, por exemplo, pode desempenhar este papel, e que o que vale mesmo é tamento e treino. Aliás, não poucas das vezes, um psicólogo do esporte recebe por seu trabalho muito mais que os demais integrantes da equipe técnica devido ao que representa e atua em caráter muito mais amplo que os demais.

Podemos comparar um atleta ou clube esportivo que não investe num profissional da psicologia do esporte, com uma empresa que, no lugar de ter a ferramenta da internet em atuação, continua a utilizar a antiga máquina de datilografia, ainda pior que acredita estar sendo moderno e profissional por comprar a máquina mais cara delas. É investir na própria derrota e decadência de todos os elementos envolvidos.

(conteúdo trabalhado em minha palestra ESPORTE & PSICOLOGIA: um casamento perfeito e necessário)

Quem é o autor deste artigo: Carlos Alberto Hang, Psicólogo, Doutor e Mestre, Jornalista (SC03991); especialista/pós-graduado em psicologia do esporte, hipnose clínica, sexologia, dependência química, MBA em Liderança e Coaching, psicopedagogia, psicanálise, terapia cognitivo comportamental, educação infantil, e Ciências da Religião, com graduação também em Teologia, Filosofia, História, Letras e formação em hipnose transformacional; International Master Premium em Hipnose; Master PNL Practitioner (NLPEA Association of Excellence/USA); e escritor. Embaixador pela Cercle Universel des Ambassadeurs de la Paix (Genebra/Suíça), é Cônsul de Joinville – Instituto Internacional Poetas del Mundo, detentor do Oscar Brasileiro by Grupo Jornalístico Ronaldo Côrtes de São Paulo, e membro honorário imortal da Academia de Ciências, Letras e Artes de MG na cadeira 148.  INSTAGRAM: @carlosalbertohang  TWITTER: @hangjornalista  FACEBOOK: @opiniaodeumlivrepensadorbyHANG

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Block