Quinta, 27/01/2022
Joinville - SC

Em engavetamento, filho bate contra caminhão do pai e morre com a esposa

janeiro 14, 2022
Em engavetamento, filho bate contra caminhão do pai e morre com a esposa
Compartilhar
Ouvir publicação

Um engavetamento com quatro caminhões, no Contorno Leste de Curitiba, deixou dois mortos e duas vítimas com ferimentos leves. O acidente ocorreu na pista sentido Araucária, no início da tarde desta quinta-feira,13. A informação é do portal gmconline.com.br

 

Participe do grupo de Whatsapp Aconteceu em Joinville – Clique Aqui

O caminhoneiro Gerson da Silva Mattos, de 39 anos, perdeu a vida ao bater na traseira do caminhão dirigido pelo próprio pai, Jetro Flores de Mattos. A esposa de Gerson, Patrícia de Abreu, de 34 anos, também morreu no local. O pai, Jetro, teve ferimentos leves.

O tenente Gross do Corpo de Bombeiros explicou que a batida foi muito forte entre os caminhões.

“Duas vítimas ficaram com ferimentos leves. Porém, duas mortes, devido as condições do veículo”, disse Gross.

Os quatro caminhões bateram na faixa da esquerda do km 108, em São José dos Pinhais. Em um efeito dominó, é possível ver em um vídeo um veículo praticamente em cima do outro. O veículo conduzido por Gerson, um caminhão amarelo, era o último na fila e o do pai dele, Jetro, o penúltimo.

“Diz ele que só sentiu a bordoada. É pai e filho. O pai bateu fraco do caminhão da frente, mas aí o filho veio e bateu na traseira do pai. Ele devia estar a uns 70 km/h”, disse à Banda B o caminhoneiro, Levir Filipak, amigo das vítimas.

Segundo Gross, quem estava no acidente ficou abalado com toda tragédia. “Os envolvidos ficaram psicologicamente muito afetados por conta do acidente. Uma parada repentina no trânsito pode ter ocasionado o acidente”, explicou.

Pai e filho compartilhavam a estrada

Foto: Reprodução Redes Sociais

Gerson e Jetro eram conhecidos entre os caminhoneiros como “Pai e Filho” e só rodavam juntos pelas estradas. Apesar do engavetamento, o pai teve ferimentos leves.

“Deus o livre. É um amigo nosso, 40 anos de estrada. Eu também sou caminhoneiro. Somos vizinhos. Eu vi nascer aquele piá. A vida inteira viajando, pra morrer ele e a mulher. Muito triste”, lamentou Filipak, aos prantos.

Gerson e Patrícia moravam juntos há 17 anos. Eles tinham dois filhos, de 14 e 17 anos. Nas redes sociais, diversos amigos e familiares lamentaram a morte do casal.

“Quem conhecia os dois sabe o quanto parceiros eram, o quanto lutavam para fazer o bem. Que Deus conforte o coração do Jetro Mattos e guarde o Gerson Mattos e sua esposa em um bom lugar”, escreveu um deles.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Block