Sexta, 01/07/2022
Joinville - SC
fevereiro 28, 2020
Compartilhar
Ouvir publicação

Em assembléia realizada nesta sexta-feira, (28), na frente da Prefeitura Municipal, os servidores públicos decidiram pela continuidade da greve. A paralisação dos servidores chega ao 11º dia. Com ocupação do gabinete do prefeito  Udo Döhler, os servidores buscam abertura das negociações da Campanha salarial 2020 e a retirada do projeto de lei complementar 03/2020, que aumenta a alíquota de contribuição para o Ipreville, de 11 para 14%.

 a

[ads1]

[ads2]

[ads1]

Carta aos vereadores

Membros do conselho de representantes e do comando de greve entregaram carta aos vereadores solicitando auxílio dos parlamentares para abertura das negociações com o prefeito e também a rejeição do PLC do Ipreville. A carta foi entregue aos vereadores Odir Nunes, Jayme Evaristo, Ana Rita, Adilson Girardi e Richard Harrison e Roque Mattei. Todos esses prometeram conversar com Udo sobre a solicitação dos servidores. Amanhã (27), a carta será entregue aos outros parlamentares.

Queremos trabalhar. Seria muita irresponsabilidade do prefeito deixar essa greve se arrastar até dia 16 porque ele não quer negociar com antecedência. É um desrespeito com o servidor e com a população, alertaram servidores.

Na noite de terça-feira, 25, os parlamentares da oposição e independentes – Iracema do Retalho, Maurício Peixer, Ninfo König, Odir Nunes e Rodrigo Fachini lançaram carta aberta ao prefeito, pedindo que ouça e dialogue com servidores públicos, para “juntos buscarem uma solução para este momento de greve e reivindicações da categoria”.

Sua empresa em destaque, Informações só clicar aqui

[ads2]

[ads1]

[ads2]

Block