domingo,

23/06/2024

Joinville/SC

Search
Close this search box.

Dez equipes de escolas municipais participam da First Lego League em Joinville

Cerca de 70 alunos de sete escolas municipais participam da etapa regional da First Lego League (FLL), na escola SESI, no antigo Moinho de Joinville.

Participe do grupo de ocorrências / Clique Aqui

A competição envolvendo unidades públicas, privadas e equipes de garagem de diferentes municípios catarinenses começou nesta segunda-feira (13) e tem final marcada para terça-feira (14).

Ao todo, a Rede Municipal de Ensino tem dez equipes de robótica orientadas por 14 professores na competição, que tem como tema

“Master Piece”, fazendo com que os alunos busquem aliar a tecnologia ao ramo das artes. Entre as unidades, está a estreante equipe “Anna Tech”, com dez alunos da Escola Municipal Professora Anna Maria Harger.

O grupo foi formado neste ano e participa da primeira competição oficial.

Para a aluna Ana Paula Alexandre Ferreira, do 9º ano, a expectativa está muito alta.

“Espero que dê tudo certo durante a competição e quem sabe a gente vença. Mas apenas de estar aqui trabalhando em equipe e convivendo com outras pessoas já é muito importante porque são coisas que vamos precisar no futuro, no trabalho e na vida”, comenta.

A professora Lucimara Pereira de Melo, que acompanha a equipe “Anna Tech”, explica que a experiência de participar de um evento como a FLL ajuda a fortalecer o senso de coletividade entre os alunos.

“Eles pensam no coletivo e sabem que representam a escola e o município nesta competição”, detalha. Segundo ela, a expectativa é participar e aprender com a primeira experiência.

Como funciona a competição

A First Lego League é disputada em quatro categorias: desafio do robô, design do robô, projeto de inovação e core values.

As três últimas categorias são avaliadas em uma sala fechada por três avaliadores, enquanto o desafio do robô ocorre nas mesas montadas na arena do evento.

As equipes com melhor desempenho garantem vaga para a etapa nacional da FLL, que será disputada em Brasília, em 2024.

Entenda como funcionam as categorias

Desafio do robô: em uma arena a equipe tem três rounds de 2 minutos e meio para que o robô possa resolver a maior quantidade de missões possíveis.

Cada missão possui uma pontuação e, ao final dos rounds, permanecerá a maior pontuação.

Design do robô: a equipe será avaliada em relação a programação, construção do robô e estratégias utilizadas para escolha das missões que deverão ser realizadas pelo robô da equipe.

Projeto de Inovação: deverá ser desenvolvido um projeto referente ao tema da temporada, neste projeto é solicitado que contenha problema, justificativa, solução, custos para implementação e, se possível, protótipo.

Core Values: durante todo o evento a equipe estará sendo avaliada quanto ao entrosamento entre os membros, respeito às diferenças, diversão, espírito de equipe.

Você não pode copiar o conteúdo desta página
Pular para o conteúdo