Quarta, 29/06/2022
Joinville - SC

Detrans implanta mudanças em rotatória das ruas Santa Catarina com Plácido Hugo de Oliveira

junho 13, 2022
Detrans implanta mudanças em rotatória das ruas Santa Catarina com Plácido Hugo de Oliveira
Compartilhar
Ouvir publicação

O Departamento de Trânsito de Joinville (Detrans) vai implantar na quarta-feira (15/6), uma mudança de preferencial na rotatória das ruas Santa Catarina com Plácido Hugo de Oliveira, na zona Sul.

Inscreva-se em nosso canal no YouTube!

Atualmente, a obrigatoriedade de parar é para quem está na rotatória. Com a mudança, essa preferencial muda e quem estiver na rua Plácido Hugo de Oliveira ou na Santa Catarina será obrigado a parar e dar a preferência para os motoristas que estiverem na rotatória.

“Fizemos um planejamento para essa mudança levando em consideração a legislação federal que já dá preferência para quem está na rotatória. Além disso, como a Plácido Hugo de Oliveira é um acesso para a cidade, os motoristas que entram pela BR-101, por vezes, excedem a velocidade máxima permitida. Nosso objetivo é que com a nova sinalização, a velocidade seja respeitada e se reduzam os conflitos e o risco de acidentes no local”, informa Guilherme Belegante, gerente de operações do Detrans.

Os motoristas que entram em Joinville pelo acesso ao Eixo Sul, vindos da BR-101, passam por este local e já verão placas indicando a alteração que será realizada. A mudança começa a valer a partir de quarta-feira, logo após a pintura de faixas de “pare”, implantação de sinalização vertical, calotas e sonorizadores que vão alertar os motoristas sobre a proximidade de área que exige atenção.

“Estes sinalizadores são semelhantes aos que já implantamos na avenida Santos Dumont e tivemos um resultado satisfatório. Quando o carro passa pelas faixas pintadas no chão, é possível ouvir um barulho que chama a atenção dos motoristas e, por isso, eles tendem a reduzir a velocidade. Já as calotas têm a mesma função, porém são colocadas poucos metros antes da indicação de ‘pare’ na via”, detalha Guilherme.

Block