Quarta, 25/05/2022
Joinville - SC

PSICOLOGIA DO ESPORTE: desempenho esportivo & psicologia… by Carlos Alberto Hang

abril 25, 2022
PSICOLOGIA DO ESPORTE: desempenho esportivo & psicologia… by Carlos Alberto Hang
Compartilhar
Ouvir publicação

O alemão Schülerduden, em seu livro editado em 1987, DER SPORT (O Esporte), conceitua DESEMPENHO ESPORTIVO como a excelente execução de uma tarefa de movimento, componente integral do esporte, em todos os seus níveis.

A contratação de PSICÓLOGO DO ESPORTE para acompanhamento de atletas é cada dia maior no seio realmente profisional esportivo, e mais valorizada financeiramente, diante do relevante papel da psicologia pró desempenho dos atletas.

Antigamente (e ainda temos os que vivem com este pensamento arcaico) se acreditava que bastava ter talento, preparo físico, treinar muito e ter um excelente técnico para ser um campeão. Mas na prática vemos, cotidianamente, competidores terem baixíssimos rendimentos mesmo diante do potencial e talento de que são detentores de fato, mesmo tendo um excelente preparo físico, e acompanhados por alguns dos melhores técnicos e preparadores físicos de sua área, e inclusive sendo muito bem pago para tal.

Quando um atleta não tem acompanhamento psicológico (seja em que atividade esportiva for), a possibilidade de fracasso ou rendimento muito menor do que poderia ter, será imensa. Logo, gastar com a contratação de um profissional da psicologia do esporte não é despesa, mas real investimento em melhores resultados, mesmo que este são percebidos geralmente a longo prazo.

Vale aqui destacar que psicologia não é sinônimo de prática do engodo chamado ação motivacional, que sabemos cientificamente que não funciona na prática.

O rei do vôlei brasileiro de todos os tempos, em uma de suas palestras afirmou que cerca de 70% do rendimento esportivo tem a ver com a questão psicológica do atleta, e o restante com talento, treino, preparo físico e afins.

Na verdade, qualquer ser humano que, mesmo sendo bom no que faz, tenha talento e preparo para tal, quando não está bem psicologicamente, comete erros primários, e não tem um desempenho satisfatório no que se propõe, e ainda pior ocorre com um atleta numa competição sobre pressão por todos os lados por bons resultados e que não aprendeu a lidar com suas emoções e problemas pessoais e laborais.

Já notaram que existem, por exemplo, times que gastam muito com a contratação de novos atletas e técnicos, e os resultados geralmente não ocorrem proporcionalmente ao empenho da contratação feita? É que, nestes casos, existem outros fatores a neutralizarem ou impedirem que qualquer ação desta feita promova os resultados melhores, e geralmente está no setor da psique humana o impedimento, seja de caráter individual, seja coletivo.

O psicólogo do esporte analisa e trabalha não somente o contexto esportivo no eixo coletivo, mas na individualidade de cada atleta, pois é pelas individualidades que temos o conceito daquele coletivo.

Sempre deixo claro que, se for ter um profissional da psicologia que não tenha preparo teórico de ponta para tal atuação, melhor nem tê-lo. Assim como se faz necessário que, tanto o atleta quando a equipe técnica, tenham reconhecimento da necessidade e importância do profissional da psicologia em seu meio, bem como o remunere proporcionalmente diante desta relevância profissional.

(conteúdo trabalhado em minha palestra ESPORTE & PSICOLOGIA: um casamento perfeito e necessário)

Quem é o autor deste artigo: Carlos Alberto Hang, Psicólogo, Doutor e Mestre, Jornalista (SC03991); especialista/pós-graduado em psicologia do esporte, hipnose clínica, sexologia, dependência química, MBA em Liderança e Coaching, psicopedagogia, psicanálise, terapia cognitivo comportamental, educação infantil, e Ciências da Religião, com graduação também em Teologia, Filosofia, História, Letras e formação em hipnose transformacional; International Master Premium em Hipnose; Master PNL Practitioner (NLPEA Association of Excellence/USA); e escritor. Embaixador pela Cercle Universel des Ambassadeurs de la Paix (Genebra/Suíça), é Cônsul de Joinville – Instituto Internacional Poetas del Mundo, detentor do Oscar Brasileiro by Grupo Jornalístico Ronaldo Côrtes de São Paulo, e membro honorário imortal da Academia de Ciências, Letras e Artes de MG na cadeira 148. INSTAGRAM: @carlosalbertohang TWITTER: @hangjornalista FACEBOOK: @opiniaodeumlivrepensadorbyHANG

 

Block