domingo,

14/04/2024

Joinville/SC

Search
Close this search box.

Darci de Matos será relator do processo de Chiquinho Brazão

Vinicius Loures/Câmara dos Deputados

O deputado Darci de Matos (PSD-SC) será o relator do processo de prisão de Chiquinho Brazão (sem partido-RJ) por ser um dos supostos mandantes do assassinato da veradora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes em março de 2018, na Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania (CCJC).

A designação foi confirmada pela presidente do colegiado, Caroline de Toni (PL-SC).

Brazão, apontado como um dos suspeitos de ser um dos mandantes do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes, no Rio de Janeiro, foi preso no domingo (24) por ordem do ministro Alexandre Moraes, do Supremo Tribunal Federal.

No entanto, segundo a legislação, um deputado só pode ser detido em flagrante delito de crime inafiançável.

Além de Brazão, também foram detidos seu irmão, Domingos Brazão, conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, e Rivaldo Barbosa, ex-chefe da Polícia Civil do RJ.

Moraes alega que a razão da prisão de Brazão é a suspeita de obstrução de Justiça no âmbito de uma organização criminosa, cuja confirmação requer a aprovação por maioria absoluta dos deputados federais, em votação aberta. Nesta segunda-feira (25), a Primeira Turma do STF ratificou a decisão de Moraes.

O deputado Chiquinho Brazão, que foi expulso do União Brasil. Mario Agra/Câmara dos Deputados
Você não pode copiar o conteúdo desta página
Pular para o conteúdo